Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 06 Agosto |
Santo Hormisda
home iconReligião
line break icon

O que são as “almas penadas”? Elas existem mesmo?

Creative Commons

Gelsomino Del Guercio - Aleteia Brasil - publicado em 13/06/17

Há teólogos e exorcistas que divergem sobre o tema

Almas errantes que vagam sobre a terra: será que elas existem? O pe. Marcello Stazione e a co-autora Enrica Perucchietti abordam o tema no livro “Anime Vaganti” (“Almas Errantes”, ainda não publicado em português). Mas que almas seriam essas?

A perspectiva dos que acreditam na existência das “almas errantes”

Teólogos e exorcistas católicos que acreditam na existência das assim chamadas “almas errantes” as vinculam a pessoas que morreram sem terem rejeitado a Deus consciente e voluntariamente a ponto de selarem a própria condenação eterna, mas que também não praticaram o bem em grau suficiente a ponto de merecerem imediatamente o paraíso com Deus.

Esta situação, em seu ponto de partida, é a mesma que embasa a doutrina sobre o purgatório: a necessidade de uma etapa de purificação para que as almas que ainda não estão “prontas” possam chegar à felicidade eterna de viver na presença de Deus.

No entanto, a hipótese das “almas errantes” ou “penadas” não explica por que elas estariam vagando a esmo pela terra em vez de completarem essa purificação no purgatório.

O exorcista espanhol pe. José Antonio Fortea, baseando-se na própria experiência, defende a possibilidade da existência de “almas errantes” como sendo almas do purgatório que, em alguns casos misteriosos permitidos por Deus, se manifestam a pessoas vivas.

Em sua obra “Summa daemoniaca”, o pe. Fortea argumenta que, ao lado de fenômenos como a possessão e a infestação, haveria um terceiro caso: o das “presenças”. A possessão ocorreria quando o diabo “possui” uma pessoa; a infestação, quando o diabo “possui” um local; já a “presença” não seria manifestação do diabo, mas sim de almas em processo de purgação. Segundo o sacerdote, essas manifestações são muito diferentes daquelas do diabo por uma série de características, como o fato de não mostrarem o grau de agressividade e ira dos anjos caídos, mas sim uma espécie de tristeza e melancolia.

A perspectiva dos que negam a existência das “almas errantes”

Já os teólogos e exorcistas que negam a existência de tais “almas penadas” apontam a doutrina da Igreja sobre o juízo particular, exposta no número 1021 do Catecismo da Igreja Católica. O texto, baseado nos Evangelhos, afirma que a morte põe fim à vida humana como o tempo aberto ao acolhimento ou à rejeição da graça divina manifestada em Cristo.

O Novo Testamento fala do juízo principalmente como o encontro final com Cristo na Sua segunda vinda, mas também afirma, em várias ocasiões, o imediato julgamento individual após a morte, quando cada um receberá o destino que tiver merecido com base nas suas obras e na sua fé: a entrada na glória do céu (paraíso), a purificação (purgatório) ou a condenação eterna (inferno). Não parece haver espaço, portanto, para a situação incerta das supostas “almas errantes” sobre a terra.

Desta perspectiva, as supostas manifestações atribuídas a “presenças” de “almas errantes” seriam na verdade fenômenos naturais ou psíquicos que ainda não são plenamente explicáveis pela ciência, mas que podem chegar a ser desvendados à medida que os conhecimentos humanos progridem; ou, em casos de fato sobrenaturais, modalidades de ação diabólica visando enganar e manipular sob as aparências de uma suposta manifestação de almas do purgatório.

Tags:
DemônioMortePurgatório
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Princesa Diana no Accord Hospice
Reportagem local
Um padre católico acompanhou a princesa Diana na madrugada de sua...
4
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
5
CONFESSION
Philip Kosloski
Pecados que a maioria dos padres não pode absolver
6
Cura d'Ars
Aleteia Brasil
São João Maria Vianney, o “santo burro” e sua respost...
7
BAPTISM
Reportagem local
Padrinhos de batismo e consagração: existe diferença entre eles?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia