Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconAtualidade
line break icon

Ataque reivindicado pelo EI em mesquita de Cabul deixa quatro mortos

<p>Soldados afegãos isolam área de Cabul após atentado contra um veículo da embaixada britânica na capital do país</p>

Agências de Notícias - publicado em 15/06/17

Um suicida detonou explosivos nesta quinta-feira em uma mesquita xiita lotada de Cabul, deixando quatro mortos e oito feridos, segundo autoridades, durante um Ramadã – mês de jejum sagrado dos muçulmanos – particularmente sangrento na capital afegã.

O suicida se imolou na cozinha da mesquita, depois que a polícia o impediu de entrar no prédio principal, de acordo com o Ministério do Interior, segundo o qual testemunhas ouviram disparos na região.

“Ataque terrorista na mesquita de Al-Zahra, oeste de Cabul. Forças especiais foram enviadas ao local”, indicou o porta-voz do ministério, Najib Danish, no Twitter.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que já havia investido várias vezes contra a minoria xiita em Cabul, reivindicou a autoria do ataque através de sua agência de propaganda, Amaq.

A capital afegã ainda está abalada com o atentado de 31 de maio, em que um caminhão-bomba matou 150 pessoas e deixou dezenas de feridos em um bairro diplomático, no pior ataque registrado em Cabul desde 2001.

O atentado provocou a ira dos moradores da capital, que saíram por vários dias em manifestações, que resultaram em incidentes em 2 de junho, que deixaram quatro mortos. Outras sete vítimas foram alvo de disparos durante o funeral de um dos manifestantes.

Desde estes incidentes, grupos de opositores do regime estão acampados em seis pontos da capital para exigir a renúncia do governo.

Para tentar abafar os protestos, o Executivo afegão destituiu no último domingo duas autoridades dos serviços de segurança, entre elas o chefe da polícia de Cabul.

O surgimento do EI alimentou os confrontos entre sunitas e xiitas no Afeganistão, país de maioria sunita que, até agora, estava livre deste tipo de conflito interconfessional.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia