Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Estilo de vida

Namoro: o que é, o que não é

© Tatyana__K / Shutterstock

Juan Ávila Estrada - publicado em 17/07/17

Erro número 1: achar que o outro tem que me fazer feliz

Em princípio, o namoro é considerado o tempo que transcorre entre o conhecimento e a escolha para o casamento. Não tem como finalidade o exercício da genitalidade nem a busca do próprio prazer em nome do afeto.

Não busca preencher solidões mal vividas nem vazios que ninguém pode suprir. Não foi feito para a demonstração das habilidades de cortejo nem para encontrar-se com o outro quando não se tem certeza do que se é.

Sua finalidade é o conhecimento mútuo, o amadurecimento do afeto até transformá-lo em um amor de decisão, capaz de chegar à escolha que leve à renúncia de qualquer outro homem ou mulher.

O sexo não deve acontecer durante este processo nem ser a base da relação, e sim o ato culminante do compromisso, quando selado no casamento. Começar o conhecimento pessoal pela nudez e pela entrega genital é restringir o caminho da transparência. É mais difícil ser você mesmo com roupa quando estar nu foi o hábito que o cobriu.

O objetivo do namoro é ver o outro na claridade da razão, e não na parte nublada do coração; sem minimizar seus defeitos nem maximizar suas qualidades. Descobrir no processo aquilo que nos assemelha, o que faz que sejamos capazes de divertir-nos juntos, de tomar decisões, de saber aonde vamos; aquilo que nos complementa, pois mostra quão enriquecedor pode ser o namoro e um para o outro; aquilo que nos diferencia e que pode nos fazer crescer.

Um namoro bem conduzido leva à certeza sobre a pessoa que escolhemos para compartilhar a vida. Não se trata da pessoa "ideal", que não existe, mas da pessoa "adequada", aquela que é forte nas fraquezas e habilidosa para lidar com os conflitos.

Este tempo de relacionamento pode ajudar a observar como a outra pessoa reage durante as situações difíceis da vida: como enfrenta a abundância e a escassez, a saúde e a doença, o sucesso e o fracasso, a morte de pessoas queridas.

Nada disso pode ser alheio ao casal de namorados, pois tudo fará parte da equipagem da sua vida futura. Conhecer como cada um enfrenta conflitos é essencial, pois eles existirão ao longo de toda a vida.

Um bom namoro permite construir as primeiras bases do edifício do amor. Não é um tempo para "fazer o outro feliz" (responsabilidade complexa demais), mas para compartilharem a própria felicidade.

O namoro ajuda a conhecer o nível de generosidade do futuro cônjuge, sua resiliência, seu amor que constrói, não que explora, como se a outra pessoa fosse uma mina da qual tirar proveito.

O namoro deve levar à experiência de pensar com olhar de futuro, mas sem a fantasia dos contos de fadas, que buscam príncipes e princesas, pois estes não existem; o que existem são plebeus, gente humana, muito humana, que nunca atenderão as expectativas errôneas de ninguém; pessoas que não têm a obrigação de ser responsáveis pela felicidade de ninguém, mas somente companheiras de caminho.

No namoro, você escolhe a pessoa com quem vai atar amorosamente um jugo (daí o termo "cônjuges") para, juntos, poderem abrir o sulco e plantar a semente da felicidade.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CasamentoNamoro
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia