Aleteia
Segunda-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Atualidade

Como dirigir uma empresa segundo os valores cristãos?

Patricia Navas González - publicado em 23/07/17

Estilo participativo, qualidade nas relações, funções bem definidas: dicas da Economia de Comunhão

Funções claramente definidas dentro da empresa e desempenhadas com responsabilidade, um estilo de direção participativo, objetivos empresariais compartilhados e verificados de maneira transparente, qualidade nas relações: estas são algumas das "Linhas para dirigir uma empresa", escritas a partir da experiência e reflexão de milhares de empresários e funcionários, publicadas no novo site da organização espanhola Economia de Comunhão.


Uma das questões destacadas se refere ao tipo de relações estabelecidas entre as pessoas envolvidas na empresa.


"Os membros da empresa se comprometem com profissionalismo a construir e fortalecer relações boas e abertas com os clientes, fornecedores e com a comunidade do território no qual operam, cuja proteção e melhoria sentem como parte integrante da sua missão – indica o documento. A empresa se relaciona de maneira leal e cívica com os competidores, fornecedores, clientes e administrações públicas, a quem considera aliados essenciais para alcançar o bem comum."


As empresas de Economia de Comunhão, iniciativa do movimento dos Focolares no âmbito econômico e social, também trabalham para difundir sua nova visão econômica, com uma atenção especial aos jovens, a quem acolhem e oferecem a possibilidade de formar-se ou fazer estágio.


Segundo esta visão, o trabalho se torna uma oportunidade de crescimento não só profissional, mas também espiritual e ético.


A empresa é consciente disso e, por isso, "se compromete a respeitar concretamente as leis e trabalha para mudá-las e melhorá-las, e mantém um comportamento correto em sua relação com as autoridades fiscais, órgãos de controle, sindicatos e organismos institucionais".


Por sua vez, os trabalhadores "aprendem a valorizar também as dificuldades e o sofrimento que existem nos lugares de trabalho, transformando-as em ocasiões de grande valor para o crescimento e o amadurecimento".


Com relação aos produtos, "a empresa se compromete não só a respeitar suas obrigações contratuais, mas também a avaliar os efeitos dos seus produtos no bem-estar das pessoas às quais se destinam, e no meio ambiente".


Um dos objetivos fundamentais deste tipo de empresas é tornar-se uma verdadeira comunidade. Para isso, trabalham para criar um clima de comunicação aberta e sincera, e programam encontros periódicos para verificar a qualidade das relações interpessoais, bem como para contribuir para a resolução de situações de conflito.


"A fraternidade e a igualdade (a comunhão) precedem as necessárias diferenças funcionais e de responsabilidade na empresa", destaca o estudo.


E, para cuidar das relações, "as empresas dão importância às festas (aniversários, nascimentos, despedidas), durante as quais se fortalecem as relações e o senso de pertença – recursos muito valiosos, especialmente em épocas de crise".


Um dos aspectos mais importantes neste tipo de empresa se refere à harmonia do local de trabalho – no qual se requer higiene, limpeza, ordem e respeito às normas de segurança –, que faz com que se sintam à vontade tanto funcionários como proprietários, clientes, fornecedores, e facilitam a qualidade das relações.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
EconomiaTrabalhoValores
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATIMA
Philip Kosloski
Fotos raras dos 3 pastorinhos de Fátima
POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Reportagem local
As 3 orações que o Papa pediu para rezarmos e...
Pe. Gilmar
Reportagem local
Brasil: padre desaparece e manda mensagem com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia