Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconAtualidade
line break icon

Venezuela entra em semana decisiva para crise política

Instagram Psicomovil UCAB

Agências de Notícias - publicado em 24/07/17

A Venezuela entra em uma semana decisiva para a eleição, no próximo domingo, de uma polêmica assembleia que reformará a Constituição, da qual a oposição não participará por considerar que esta perpetuará o governo de Nicolás Maduro no poder.

“Não é o momento de se render. Estamos nas horas decisivas e de definição para o futuro do país”, disse neste domingo o deputado Freddy Guevara, em nome da coalizão opositora Mesa de la Unidad Democrática (MUD).

Na última tentativa de frear a eleição dos 545 membros da Constituinte, a MUD convocou uma greve de 48 horas na quarta-feira e na quinta-feira – após ter realizado na semana passada uma greve de 24 horas -, e uma grande marcha em Caracas na sexta-feira.

Guevara explicou que a ação será uma “greve geral” apoiada pela principais organizações sindicais do país.

“Seremos implacáveis se pretendem gerar um processo de violência para tentar impedir o impossível de se impedir”, advertiu Maduro no sábado em uma entrevista transmitida pela televisão estatal.

“Que fique claro para Maduro e as Forças Armadas (apoio-chave do governo) que não vamos nos calar, que não vamos permitir que se imponha uma fraude constituinte contra o povo”, afirmou Guevara.

Ele advertiu, ainda, que se a a “ditadura não decidir suspendê-la”, haverá um “boicote cívico eleitoral”. “Que prendam todos nós, a luta deve avançar”, acrescentou.

Esta é “uma semana decisiva e, aconteça o que acontecer, que toda a Venezuela se levante e não deixe de se levantar até que a democracia volte para cá. Greve geral e rua sem volta!”, disse Guevara.

Essas ações da oposição intensificam ainda mais as manifestações contra o governo que começaram há quatro meses e deixaram mais de uma centena de mortos, milhares de feridos e centenas de detidos.

– “Terrorismo de Estado” –

Maduro enfrenta, além disso, uma crescente pressão internacional, que inclui ameaças de sanções econômicas do presidente americano, Donald Trump, e chamados de governos da América Latina e Europa para que desista da Constituinte.

“Do exterior, a direita imperial acredita que pode dar ordens na Venezuela, e aqui o único que dá ordens é o povo”, assegurou o presidente neste domingo em seu programa semanal.

Em entrevista à rede CNN, o chefe do Parlamento de maioria opositora, Julio Borges, chamou a comunidade internacional a pressionar Maduro “nesta semana crucial”.

Maduro, cujo mandato termina em janeiro de 2019, acusa seus adversários de promover a violência para dar um golpe de Estado com o apoio dos Estados Unidos.

“Em 30 de julho, vamos dar uma surra na oposição fascista e no imperialismo (…), e isso é o que precisam entender em Washington”, expressou.

A oposição lançou sua ofensiva após o plebiscito simbólico que realizou no último domingo, em que assegura ter arrecadado 7,6 milhões de votos contra a Constituinte.

Como parte dessa estratégia, o Parlamento juramentou 33 magistrados de uma corte suprema paralela ao Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), que acusa de servir ao governo.

Um dos juízes, o advogado Ángel Zerpa, foi preso no sábado pelo serviço de inteligência, ao que parece acusado de “usurpação de funções” e “traição à pátria”, o que Guevara qualificou de “terrorismo de Estado”.

Os juízes da corte paralela “serão presos um por um, e todos terão seus bens e contas congelados, e ninguém irá defendê-los”, declarou o presidente em seu programa semanal.

A Procuradoria, enquanto isso, “apresentou uma ação de amparo ou habeas corpus para a restituição da liberdade” de Zerpa, informou em um boletim, no qual alerta sobre violações ao devido processo e à “integridade física” do magistrado.

O Ministério Público denunciou, além disso, que o paradeiro de Zerpa é desconhecido, o que representaria um “desaparecimento forçado”.

– “Retifiquem a tempo” –

A MUD rejeitou participar da Constituinte, argumentando que esta não foi convocada em referendo e que o sistema eleitoral é uma “fraude” com a que Maduro busca se aferrar ao poder, após duas décadas de governo chavista.

Comparecer à eleição seria legitimar um processo que busca “impor um comunismo na Venezuela” e afundar ainda mais a devastada economia do país, segundo a MUD.

“Digo a Julio Borges e a toda a MUD: retifiquem a tempo e façamos um acordo. A Constituinte é uma realidade”, afirmou Maduro.

Borges defendeu a abertura de “uma verdadeira e sincera negociação” que leve a eleições gerais, mas uma vez que a Constituinte seja abortada.

Segundo o presidente, existem negociações com a oposição para buscar uma saída para a crise, o que foi negado neste domingo por Guevara.

No sábado foram registrados fortes distúrbios em uma manifestação, e se teme novos surtos de violência esta semana. Só na greve de 24 horas da semana passada morreram cinco pessoas.

As Forças Armadas, às que Maduro deu enorme poder político e econômico, serão mobilizadas em todo o país para proteger a eleição da Constituinte, um suprapoder que regerá o país por tempo indefinido.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia