Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Julho |
Santos Abdon e Sénen
home iconPara Ela
line break icon

Não, os opostos não se atraem

Obvious - publicado em 29/07/17

Os desgastes existentes em relacionamentos entre pessoas completamente diferentes

O clichê “os opostos se atraem” nunca fez o menor sentido na minha cabeça. Claro que as exceções sempre existem, mas dentre as frases batidas prefiro a ideia contida em “semelhante atrai semelhante”. Evidente que ninguém quer alguém exatamente igual a si mesmo (às vezes nem eu consigo me aguentar!), mas coisas em comum acabam se tornando, querendo ou não, fundamentais.

Ter suas divergências é algo comum: ela torce para o Palmeiras, você para o Corinthians; ela curte punk, e você rock progressivo; ela acha Simpsons sem graça, e você dá gargalhadas durante o episódio inteiro. Porém, as semelhanças nos gostos e, principalmente, nas ideologias devem prevalecer, para que haja um relacionamento mais harmonioso e saudável.

É, no mínimo, complicado manter um relacionamento por anos entre alguém de extrema direita e uma pessoa de extrema esquerda; um fanático religioso e um ateu; um artista e alguém que acredita que arte é só outro nome para passatempo…

O problema é que por buscar alguém com os mesmos gostos e ideologias, as pessoas muitas vezes idealizam. Passam a acreditar que aquela é sua parceira ideal só porque ela gosta de Beatles, Clarice Lispector, Woody Allen, Star Wars e tem um signo compatível com o seu. Sim, ela pode ser perfeita para você nesses aspectos, mas em outros pode ser um desastre.

É como é dito sabiamente no genial filme 500 Dias com Ela (Marc Webb): Só porque uma garota bonita gosta das mesmas porcarias bizarras que você, isso não a torna sua alma gêmea.

Compatibilidade vai muito além de gosto para músicas e filmes (embora eu considere isso fundamental). Ela exige a vontade de fazer dar certo e a mesma visão do relacionamento construído, ou seja, são ainda mais pontos favoráveis para que os semelhantes busquem os semelhantes.

O problema é que a impaciência é grande. Muitos não estão dispostos a esperar que o semelhante surja, e então, guiados pela carência, acabam optando pelo oposto. No começo, parece que a coisa pode dar certo. Mas logo depois os desgastes emocionais causados por tantas diferenças aparecem, e aquele relacionamento amoroso acaba proporcionando muito mais desafetos que alegrias.

E no fim, finalmente percebem que o amor que machuca é tão contraditório quanto o que o originou: a vontade de se encontrar em alguém totalmente contrário a você.

(via Obvious)

Tags:
CasamentoNamoroRelacionamento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia