Aleteia

Por que dizemos “Santa” Igreja Católica?

Antoine Mekary | ALETEIA
Compartilhar
Comentar

Uma explicação simples e direta para aqueles que dizem: "Ah, se há tantos escândalos na Igreja, como podem chamá-la de santa...?"

Vale a pena explicar uma coisa que é bastante “coisada”:

Quando falamos em “SANTA” Igreja Católica, não estamos falando das pessoas em geral. Estamos apenas citando Efésios 5,27 – A Igreja sem mancha, esposa do Cordeiro. A Igreja que Jesus virá buscar no Fim dos Tempos.

Nada a ver com esses escândalos que aparecem de vez em quando, e que até você e eu podemos ser promotores, devido às nossas fraquezas. Portanto, não se assuste com nada. Coisas ruins já aconteceram no passado. Coisas piores vão acontecer no futuro.

A Igreja se divide em três grupos:

– GLORIOSA: os santos, que já atingiram a meta.

– PADECENTE: as almas do purgatório que estão em processo de purificação.

– MILITANTE: nós, os terráqueos, que estamos em fase experimental.

Por isso, não deixe que sua fé dependa de seres humanos. Somos católicos por causa do Esposo da Igreja: Jesus. Não é por causa do padre A,B ou C… nem do bispo e nem do Papa. Não deposite sua esperança em fundador de comunidades nem em líder de institutos ou congregações, mesmo que pareça um santo. Tudo isso passa! Como disse Bento XVI, no fim de tudo é CRISTO que vence.

Quer vencer com Cristo? Permaneça com a Santa Igreja Católica. Maranatha! Vem Senhor Jesus…

(via Pe. Gabriel Vila Verde, 10 de julho/17)

Boletim
Receba Aleteia todo dia