Aleteia

5 passos para começar a vencer a depressão

Compartilhar
Comentar

Dicas simples que podem ajudar as pessoas que se sentem presas a este grande mal que aflige nossa sociedade

A solidão, a tristeza e a depressão fazem parte de um mesmo problema que parece atacar a sociedade de maneira cada vez mais pronunciada. Não é difícil encontrar pessoas que se queixam da sua solidão ou da impotência que sentem ao não conseguirem consertar as coisas que lhes causam tristeza ou algo mais profundo.

Lembrando que a depressão precisa ser tratada o quanto antes por profissionais especializados, eu gostaria de compartilhar algumas indicações que podem ser de ajuda para encontrar caminhos de vida para as pessoas que se sentem no meio de um buraco negro, úmido e frio.

Leve em consideração que os seguintes conselhos não substituem uma terapia nem são de aplicação universal. Se forem úteis para você, aproveite:

1. Cuide das suas rotinas: sono, vigília, alimentação, exercício (caminhar, por exemplo, é um excelente primeiro passo). Em geral, começar a apropriar-se da sua vida faz bem, iniciando pelas condutas de autocuidado.

2. Tenha foco no presente, porque o passado não pode ser mudado e o futuro não existe. Se a pessoa fica olhando para as dificuldades anteriores, ela se frustra e, se pensa no que está por vir, se angustia.

3. Comece dando um passo de cada vez: não pretenda solucionar todos os problemas em uma só tarde, porque, novamente, a angústia vai surgir ao ver uma lista tão grande de pendências.

4. Procure ser útil: uma pessoa, mesmo com depressão, pode prestar um serviço aos outros ou a si mesmo. Esta experiência de ajudar a diminuir a dor do outro, ou de ajudá-lo a ser feliz, é algo que cura, porque, entre outras coisas, induz a pessoa a deixar de olhar o tempo todo para si mesma, para os próprios problemas, caindo na autocompaixão.

5. O apoio espiritual e o terapêutico são especialmente necessários para deixar o passado para trás, perdoar os outros e perdoar a si mesmo, bem como para construir uma agenda que permita enfrentar o futuro com esperança.

A depressão não pode ser curada em um final de semana, mas a minha experiência ensina que as pessoas que seguem estes conselhos, especialmente o último, conseguem superar esta dificuldade e reencontrar-se com sua vida.

(Por Saulo Medina Ferrer, psicólogo)

Compartilhar
Comentar
Boletim
Receba Aleteia todo dia