Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Atualidade

Cultura do efêmero: um hoje vivido sem passado e sem futuro

Creative Commons

Aleteia Brasil - publicado em 10/08/17

Uma carta aos universitários: "A estação dos direitos será efêmera se não nascer uma nova estação dos deveres"

Em fevereiro de 2016, o diretor da pastoral universitária da diocese de Roma, dom Lorenzo Leuzzi, escreveu uma carta aberta aos universitários da Cidade Eterna para refletir com eles sobre a “cultura do efêmero” – intimamente ligada à mentalidade e às atitudes que o Papa Francisco chama de “cultura do descarte”. Pela sua relevância e atualidade, reproduzimos a seguir esse texto:

_________

Queridos universitários,

Faz uma semana, nosso Senhor chamou a minha mãe para a vida eterna. Foi uma experiência que me ajudou bastante a repensar a minha vida. Tenho que dizer que experimentei a alegria da ação de graças.

Abraçando os amigos que me deram forças com grande benevolência, procurei identificar o núcleo desta minha experiência de filho, que durou 60 anos. Uma frase famosa de Aldo Moro me veio à mente:

“A estação dos direitos será efêmera se não nascer uma nova estação dos deveres. Este país não se salvará, a estação dos direitos e das liberdades se revelará efêmera se não nascer na Itália um novo senso de dever”.

Amigos queridos, nunca como na hora da morte emerge o grande julgamento sobre a nossa vida: efêmera ou eterna!

Quando Aldo Moro pronunciou aquelas palavras, a sociedade italiana estava diante de uma encruzilhada: ou continuava no caminho da reconstrução, difícil, mas envolvente, ou escolhia o caminho da complacência narcisista, legítima até, mas sem qualquer perspectiva de futuro.

Quando somos jovens, é fácil escolher o segundo caminho, o dos direitos e das liberdades, livre de responsabilidades diante de nós mesmos e dos outros.

Eu recebi o grande presente de acreditar que o hoje é sempre ambíguo, que ele não exaure a nossa existência. Confiar-se ao hoje é construir sobre areia, sobre o efêmero.

Quando estudei o existencialismo, fosse da inspiração cultural que fosse, inclusive religiosa, fui sempre cético. Sim ao hoje! Mas… e o amanhã?

Queridos amigos, o efêmero é o hoje vivido sem passado e sem futuro. É o aqui e agora daqueles que não sabem que têm uma origem e que podem caminhar ao encontro de um objetivo. A morte está diante de mim para me recordar que eu preciso escolher entre confiar no efêmero ou ter um projeto de vida que permaneça e nunca se apague.

Quem pode me libertar do efêmero? Só o amor de Cristo!

Muitos tentaram resolver o problema com propostas de grande envergadura religiosa ou social. Penso no projeto do marxismo, na utopia do progresso contínuo, nas experiências de introspecção psicológica ou de vida espiritual: tudo isso é interessante e fascinante. Mas e eu, por que é que eu tenho que me comprometer se tudo é efêmero?

Os cristãos também sofrem a decepção de uma experiência de fé efêmera, forte e agressiva, mas vazia se, por trás dela, não estiver Ele, o Senhor da história.

(…) Este é o dilema: a novidade do efêmero ou a novidade da vida em Cristo? Em outras palavras: vivo no hoje ou vivo na eternidade? (…) Você quer passar ou quer permanecer? Com Cristo você pode dizer: tudo passa, mas eu permaneço. Confie n’Ele! Ele não quer “alistar” você; Ele só quer que você viva plenamente.

É por isso que Aldo Moro podia dizer com franqueza: a estação dos direitos e das liberdades, sozinha, não é suficiente para construir a história. É necessário algo mais importante: o amor de Cristo, que nos liberta do efêmero.

Só Ele pode nos dar os olhos para vermos a vida com o mesmo amor com que Ele a vê.

Com amizade,

+ Lorenzo, bispo

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Cultura do descarteJuventudePolítica
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia