Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Afinal, a Igreja é intransigente ou tolerante?

intransigente ou intolerante
Creative Commons
Compartilhar

Uma resposta completa em duas frases

Às vezes, parece haver perplexidade entre crentes e não crentes a respeito da postura da Igreja no tocante a temas delicados: alguns a acusam de intransigência, ao mesmo tempo em que outros a criticam por ser tolerante – e exatamente no mesmo assunto!

Afinal, a Igreja é intransigente ou é tolerante?

O padre francês Reginald Garrigou-Lagrange, O.P., autor de excelentes livros de espiritualidade católica, explica de modo breve e direto ao ponto:

“A Igreja é intransigente em relação aos princípios porque crê, mas é tolerante na prática porque ama.

Os inimigos da Igreja são tolerantes em relação aos princípios porque não creem, mas intransigentes na prática porque não amam”.