Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 25 Novembro |
São Pedro Yi Ho-Yong
home iconAtualidade
line break icon

Mártir cristão: paquistanês se recusa a renegar a fé e é condenado à morte

© COPE.es

Aleteia Brasil - publicado em 23/08/17

Mais um escandaloso caso de perseguição aberta contra os cristãos no país das famigeradas "leis anti-blasfêmia"

Mais um mártir cristão no Paquistão. Desta vez é Indaryas Ghulam, homem de 38 anos que foi morto por enforcamento no último 13 de agosto em Lahore.

Privado da liberdade junto com outros 41 cristãos, ele tinha sido acusado, sem provas conclusivas, de linchar dois muçulmanos depois da sequência de ataques contra igrejas católicas de Youhanabad em março de 2015, quando 19 pessoas morreram e mais de 70 ficaram feridas.

Segundo a Associação Cristã Britânico-Paquistanesa (BPCA, pela sigla em inglês), a esposa e a filha de Indaryas teriam visto sinais óbvios de tortura no cadáver de Indaryas, particularmente cortes e queimaduras. Além disso, elas relatam que, no presídio, Indaryas nunca recebeu qualquer tratamento para a tuberculose que tinha contraído três meses antes de ser preso.

Proposta de apostasia

O caso de condenação sem provas se torna ainda mais chocante quando se sabe que a morte deste cristão poderia ter sido evitada caso ele tivesse cedido a uma chantagem estarrecedora: assim como os outros prisioneiros, Indaryas Ghulam ouviu do procurador Syed Anees Shah a proposta de converter-se ao islamismo e, “em troca”, ser libertado.

Indaryas Ghulam se recusou a renunciar à fé cristã, preferindo a morte. 

O caso chegou a ser denunciado pela mídia paquistanesa e admitido pelo próprio procurador, o que levou os cristãos do país a saírem às ruas em protesto. De pouco adiantou.

Indaryas deixa três filhas de 12, 10 e 6 anos. A viúva, Shabana, tem 36 anos de idade.

A BPCA recorda que Indaryas Ghulam não foi o primeiro cristão executado no presídio. Antes dele, já foram mortos Robert Danish (2009), Qamar David (2011), Zubair Rashid (2015) e Liaquat Mashi (2016).

As famigeradas leis anti-blasfêmia

O Paquistão adota severas leis “anti-blasfêmia”, que preveem punições rigorosas a qualquer pessoa que insulte Alá, o islã, o alcorão, Maomé e outras personalidades religiosas. As sentenças podem incluir de chibatadas até a pena de morte.

Organizações de defesa de direitos humanos denunciam há anos que esta lei costuma ser amplamente manipulada para atender a interesses pessoais, o que inclui vinganças de todo tipo, inclusive contra outros muçulmanos. É frequente que a minoria cristã no país seja alvo de acusações de blasfêmia, contra as quais é quase impossível defender-se. Os abusos são facilitados porque até testemunhos sem provas são aceitos pelos tribunais.

O caso de maior repercussão mundial envolvendo as leis paquistanesas anti-blasfêmia é o de Asia Bibi, mãe cristã acusada de insultar o profeta Maomé em 2010. Ela está no corredor da morte e aguarda, presa, o julgamento de um recurso.

Tags:
PerseguiçãoReligião
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
Medalha de São Bento
pildorasdefe.net
Oração a São Bento para afastar o mal e pedir...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Oração para afastar o mal de um recinto
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo c...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia