Aleteia

O dia em que um Papa pisou pela primeira vez na América Latina

PAUL VI
AP Photo
Pope Paul VI acknowledges cheers as standing on platform with Colombia's President Carlos Lleras in Bogota, Colombia on Aug. 22, 1968.
Compartilhar

A Colômbia foi o primeiro país da região a receber um Papa

Aconteceu no dia 22 de agosto de 1968. Milhares de colombianos se reuniram no aeroporto El Dorado, em Bogotá, Colômbia, onde, um Papa aterrissava para beijar pela primeira vez o solo latino-americano.

Foi um dia de júbilo para os colombianos, que, durante três dias, tornaram-se protagonistas de uma visita histórica. Eles se preparam durante muito tempo para receber Giovanni Battista Montini Alghisi, o Papa Paulo VI.

O principal motivo da visita tinha a ver com o XXXIX Congresso Eucarístico Internacional, que acontecia na cidade, além da fundação da II Conferência Geral Episcopal Latino-Americana, CELAM, realizada em Medellín.

Durante sua passagem pelo país, Paulo VI teve inúmeras atividades, desde encontros com o presidente colombiano da época. Carlos Lleras Restrepo, reuniões com autoridades religiosas e até ordenação de sacerdotes e casamentos. Ele também se reuniu com campesinos e visitou doentes.

“Não te dizemos adeus, Colômbia, porque te levamos mais do que nunca no coração.” Essas foram as últimas palavras do papa antes de subir no avião.

Somente quase 20 anos depois a América do Sul recebeu outra visita papal. Foi no pontificado de João Paulo II.

Francisco será o terceiro Papa a visitar a Colômbia e o quarto que chega à América. A visita acontecerá entre os dias seis e 11 de setembro. Enquanto isso,permanecem vivas as lembranças daquele momento emblemático para a história do país: o dia em que Paulo VI abriu o caminho das viagens apostólicas à América Latina. Não à toa, ele também era conhecido como “o Papa peregrino”.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia