Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 07 Março |
home iconPara Ela
line break icon

Deus fechou a porta do passado para você seguir em frente

FEMME MARCHANT

© Shutterstock

Ela já foi verão - publicado em 24/08/17

O caminho rumo à cura emocional é árduo, longo e cansativo, mas vale a pena

Quantas vezes ela já havia dito aos outros: “Deixe isso para trás e siga com sua vida. Deus já te perdoou, agora você precisa se perdoar”. Ela falava como se fosse simples abandonar o passado e nunca mais pensar nele, ver as lembranças apagadas, o ontem desfeito em pedacinhos e as mágoas sumirem num passe de mágica.

Ela sabia que o caminho rumo à cura emocional é árduo, longo e cansativo, já havia tentando ir por ele tantas vezes e sempre parava na beira da estrada e desistia. Nunca havia chegado até o final, pois acabava voltando a estaca zero onde era refém das memórias extremamente dolorosas.

E não há nada mais frustrante do que estar bem num dia e duma hora para outra a dor te invadir, ela simplesmente chega sem avisar e te enche de tristeza, arrependimento e até raiva de si mesma.

Por mais que queira deixar tudo para trás sempre algo puxa de volta, quando tenta sorrir alguma coisa aparece para tirar o sorriso da sua boca, e fica constantemente se culpando pelo que houve, fica imaginando o que deveria ter acontecido caso não tivesse cedido, se não tivesse dito sim e deixado o erro acontecer.

São tantos “e se” lhe rodeando, tantas coisas que seriam evitadas, tanto sofrimento que nunca chegaria em seu coração, e fica pensando o quanto seria diferente sem os traumas, os sentimentos ruins, as recordações, as cicatrizes.

Seria outra pessoa sem dúvida porque a dor lhe mudou tanto, ela teve que amadurecer anos em meses, construir uma fortaleza alta sem a ajuda de ninguém e fazê-la ser resistente a novas investidas das ilusões e enganos.

Sem falar das noites de choro abafado quando as lembranças vinham, não poderia gritar como gostaria, só ficava quietinha no canto da cama abraçando seu travesseiro molhado e pedindo a Deus forças para levantar da cama no dia seguinte, que seus olhos não estivessem tão inchados e que conseguisse sorrir de forma convincente.

Porque não queria que as pessoas vissem esse seu lado mais triste, queria ser a menina feliz, corajosa, esperta e engraçada, não a menina que sofre por dores antigas e não consegue tomar atitudes atualmente sem pensar no passado.

Não queria continuar assim, não poderia viver sua vida dessa forma, tinha que ser livre, deixar tudo ir embora e procurar a si mesma onde havia se perdido. Resolveu levantar e tentar de novo, já conhecia metade do caminho e estava ansiosa para ver o seu final.

Então, enquanto lia a Bíblia, encontrou as seguintes palavras em Filipenses (3, 13-14): “Não sou ainda tudo quanto deveria ser, porém estou concentrando todas as minhas energias para insistir nesta única coisa: esquecendo o passado e aguardando esperançoso aquilo que está à minha frente, esforçando-me para chegar ao fim da corrida e receber o prêmio para o qual Deus está nos chamando ao céu, em Cristo Jesus”.

E essas palavras tiveram um impacto tão forte em seu coração que só queria chorar e agradecer a Deus. Aquele dia em particular não estava sendo fácil, pois o passado encarnado havia voltado das sombras e resolveu dar um oi, então seu coração estava batendo muito rápido, sua respiração estava também acelerada e consequentemente estava nervosa e com medo, porém Deus falou de forma poderosa a relembrando sobre a promessa que havia lhe feito de apagar essas lembranças.

Pois Ele já havia a perdoado por tudo, conhecia seu coração e queria que ela se permitisse viver de volta, não a queria mais vivendo no ontem, queria sua menina vivendo o agora sem preocupação e ansiedade, mas com a alma livre de qualquer impedimento de amar de novo e ser amada, podendo sorrir de maneira sincera e sem receio ou desconfiança das pessoas que se aproximavam.

Deus a ama tanto e por isso resolveu fechar de uma vez por todas essa porta escancarada que só a leva a dias passados, e ela aceitou essa nova chance e disse a si mesma e a Ele que não voltará mais para lá. Vai tentar se perdoar, se amar e se libertar porque em Deus tudo isso é possível, a cura logo vem e num novo começo é escrito em sua história de vida.

(via Ela já foi verão)

Tags:
DeusPerdãotristeza
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
4
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
BABY BORN
Reportagem local
Bebê “renasce” após ser batizado por uma médica
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia