Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 18 Setembro |
São José de Cupertino
home iconCuriosidades
line break icon

A passagem secreta dos Papas

PASSETTO ROME

© CPP/CIRIC

I.Media para Aleteia - Aleteia Brasil - publicado em 30/08/17

Última via de fuga dos Papas, essa passagem secreta é uma espécie de fantasma que persegue muitos escritores

Mais que uma passagem subterrânea, trata-se de um instigante corredor embutido na única muralha medieval de Roma, conectando o Palácio Apostólico vaticano ao Castelo Sant’Angelo, ou Santo Anjo, à beira do rio Tibre, desde o século XIII.

Última via de fuga dos Papas, essa passagem secreta é uma espécie de fantasma que, com numerosas imprecisões, assombra a imaginação de muitos escritores. Aliás, foi visitando esse pequeno corredor que Dan Brown teve a ideia de escrever o best-seller Anjos e Demônios, uma desvairada ficção que transforma o Vaticano em cenário de extravagantes conspirações.

O escritor norte-americano afirma que a passagem tem cerca de 400 metros de extensão e chega até a biblioteca privada do Papa. Na verdade, o percurso é de 800 metros e chega até perto da residência pontifícia, acima da sede atual dos correios vaticanos.

© Public domain

Um dos raros vestígios medievais de Roma, esta passagem foi construída a partir de um pequeno muro levantado pelo rei dos ostrogodos que invadiram Roma no ano 546. O muro, na época, ligava o sopé da colina vaticana ao mausoléu de Adriano, sobre o qual seria erguido, pouco tempo depois, o atual Castelo Santo Anjo. Sobre essas fundações, Leão IV edificou no início do seu pontificado um verdadeiro muro de proteção para a antiga basílica vaticana, saqueada pelos sarracenos em 846. O muro leonino, construído por prisioneiros sarracenos e imigrantes corsos, percorre a colina e se volta para o rio. Pesadas correntes esticadas de uma margem à outra permitiram bloquear, naqueles tempos, a passagem das embarcações.

Uma primeira passagem foi preparada por ordem de Nicolau III, que decidiu fazer do Palácio Vaticano a residência do Papa e instalou a própria família no Castelo Santo Anjo. No século XV, a via de fuga já existente foi transformada numa passagem dupla: a parte de baixo, coberta e protegida por dispositivos de defesa, era reservada ao Papa; a parte superior, às tropas pontifícias.

Embora muita gente goste de fantasiar escapadelas dos Papas para encontrar suas alegadas amantes ou para assistir a sessões de tortura dos prisioneiros do castelo, a passagem é, na verdade, apenas uma rota de fuga e de socorro, usada em emergências.

Alexandre VI, o famoso Papa Bórgia, a usou em 1494 para se refugiar no Castelo Sant’Angelo quando as tropas francesas do rei Carlos VIII invadiram Roma.

Em 6 de maio de 1527, as facções protestantes de Carlos V saquearam Roma: 147 guardas suíços morreram tentando proteger o túmulo de Pedro, enquanto outros 42 deram cobertura ao Papa Clemente VII, que, atravessando a passagem de emergência, se refugiou no castelo. Desde então, no dia 6 de maio de cada ano, os guardas suíços prestam juramento de fidelidade ao dever e homenageiam os seus heroicos predecessores.

Cedida à República Italiana em 1990 e restaurada por ocasião do Jubileu do Ano 2000, a maior parte da passagem “secreta” já é acessível ao público desde 2013, graças a um acordo bilateral com o Estado Vaticano. O trabalho do Ministério da Cultura italiano tornou possível percorrer a estreita galeria até a Torre do Mascherino, bem próxima do Palácio Apostólico. A diferença da manutenção entre o lado italiano e os 80 metros pertencentes ao Vaticano é flagrante: a parte vaticana está coberta de folhas mortas, tal como o seu uso defensivo, relegado a outras eras…

Tags:
História da IgrejapapasVaticano

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BEATRIZ
Reportagem local
Mistério do sumiço de uma mulher em Aparecida já dura 9 anos
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
Papa Francisco
Francisco Vêneto
Papa reafirma: casamento sacramental é só entre homem e mulher
6
Berthe and Marcel
Lauriane Vofo Kana
O segredo do casal que tem a união mais longa da França
7
tentativa suicídio depoimento
Reportagem local
EM IMAGENS: A cara da depressão profunda e do suicídio é não ter ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia