Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconAtualidade
line break icon

“Você não pode usar crucifixo”. A história da menina cristã adotada por uma família muçulmana

Shutterstock

Gelsomino Del Guercio - publicado em 30/08/17

Aconteceu em Londres. Os islamistas também criticaram o Natal e proibiram a menina de comer carne de porco

Respeito pela religião cristã? Para parte dos muçulmanos isso ainda está longe de acontecer. É o que demonstra esta história, que vem de Londres.

A protagonista é uma menina cristã enviada em adoção pelos serviços sociais do distrito de Tower Hamlets – umas das regiões mais multiculturais de Londres – a duas famílias muçulmanas, apesar de os pais terem sido contra (Corriere della Sera, 28 de agosto).

 “Toucinho é proibido”

Quando ela chegou à casa da família que a acolheu, a menina contou que eles tiraram sua correntinha com o crucifixo e logo a impediram de comer seu prato italiano preferido, spaghetti alla carbonara, um presente que sua mãe lhe deu antes que a levassem. “Aqui é proibido comer o toucinho, porque é porco”, disseram-lhe.

 “O Natal é uma estupidez”

Eles também falaram que o Natal é uma estupidez e que as mulheres europeias são alcóolatras. Em uma das casas, a mãe usava um nicabe, enquanto na outra a mulher vestia burca. Ambas tinham o rosto completamente cobertos, por isso, a comunicação visual das famílias de acolhida foi complicada.

A notícia foi dada com exclusividade pelo diário The Times(28 de agosto), que teve acesso a documentos do município. Um supervisor dos serviços sociais, que pediu anonimato, contou que a menina chora, está muito angustiada e pede para não voltar mais para a casa da família, “pois eles não falam inglês”.

A lei britânica pede que, na escolha da família adotiva, os profissionais levem em conta “a religião, a bagagem linguística e cultural, além da raça”.

As autoridades do bairro de Tower Hamlets se limitaram a dizer ao Daily Telegrah (28 de agosto) que as famílias adotivas respeitam a identidade cultural das crianças, e não comentaram até agora a falta de respeito com a identidade da menina.

Atualização: Segundo informa o Daily Telegraph, a juíza Khatun Sapnara – muçulmana – determinou que a menina voltasse à sua família de origem. No entanto, o diário britânico diz que a família adotiva havia sido selecionada pelo imã Shakeel Begg, acusado de promover o extremismo islâmico na Inglaterra.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CristianismoMuçulmanos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia