Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 06 Agosto |
Santo Hormisda
home iconAtualidade
line break icon

Como são escolhidos os nomes dos furacões

irma hurricane

Lionel CHAMOISEAU / AFP

Agências de Notícias - publicado em 06/09/17 - atualizado em 06/09/17

Depois de Harvey e Irma, é a vez de José. Todos os furacões tropicais têm um nome próprio, escolhido com antecipação e fácil de recordar.

Trata-se de uma prática antiga. O uso de um nome curto reduz o risco de erro. “É muito mais fácil de memorizar do que uma cifra ou um termo técnico”, explica a Organização Meteorológica Mundial (OMM).

“Um nome facilita o trabalho da imprensa, reforça o impacto das advertências e ajuda na preparação das populações”, segundo a OMM, órgão da ONU.

As propostas de nomes são feitas por organismos regionais.

A OMM, que dispõe de correspondentes em cada região, se pronuncia a respeito e intervém para evitar possíveis polêmicas.

Dessa forma, em 2015, retirou “Isis” da lista de futuros furacões na região Pacífico-Norte, já que o nome da deusa egípcia também é um dos acrônimos em inglês do grupo extremista Estado Islâmico.

O Centro Nacional de Furações dos Estados Unidos tem seis listas de nomes, para o Caribe, o Golfo do México e o Atlântico Norte, que utilizada uma a cada ano.

As listas seguem uma ordem alfabética e pulam as letras difíceis de encontrar um nome, como Q e U.

Ao final de seis anos, retomam a primeira lista. Mas, quando um furacão provoca muitas vítimas e danos, o nome é retirado da relação. Dessa forma, nunca mais haverá um “Katrina”.

O ano de 2017 começou com Arlene, seguido de Bret, Cindy e Don.

Irma figura na nona posição. Depois de Jose, virão Katia, Lee e Maria.

Os nomes são ingleses, espanhóis e franceses em referência aos países potencialmente afetados.

Desde o final do século XVIII, os ciclones são batizados. Até o o início do século XX, os que atingiam as ilhas espanholas do Caribe eram chamados segundo o santo padroeiro do dia.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os marinheiros americanos começaram a batizar os ciclones com os nomes de suas mulheres ou namoradas.

Em 1953, o Escritório Metereológico americano começou também a usar nomes de mulheres, mas, nos anos 1970, as feministas protestaram contra esta associação com um fenômeno devastador.

Em 1979, foi estabelecida a paridade, com uma alternância de nomes próprios femininos e masculinos.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Princesa Diana no Accord Hospice
Reportagem local
Um padre católico acompanhou a princesa Diana na madrugada de sua...
4
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
5
CONFESSION
Philip Kosloski
Pecados que a maioria dos padres não pode absolver
6
BAPTISM
Reportagem local
Padrinhos de batismo e consagração: existe diferença entre eles?
7
Cura d'Ars
Aleteia Brasil
São João Maria Vianney, o “santo burro” e sua respost...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia