Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconCuriosidades
line break icon

Foi uma santa a inventora da batata frita?

papas fritas, patatas fritas

Pexels

Maria Paola Daud - Aleteia Brasil - publicado em 14/09/17

Belgas, franceses e americanos também disputam com Santa Teresa D'Ávila a invenção dessa iguaria

Segundo o professor de História da Arte e fundador do singular museu da bata frita “Friet Museum”, o belga Paul Ilegems, é quase que certeza que Santa Teresa tenha sido a inventora deste prato popular. Ele se baseia em uma carta datada de 19 de dezembro de 1577 que a santa enviou à madre superiora do convento do Carmo em Sevilha, agradecendo o envio das batatas e outras hortaliças. Teresa disse: “Recebi as batatas, e a vasilha com sete limões. Chegou tudo certo”.

Mas o jornalista e crítico gastronômico Cristino Álvarez opina, em um artigo, que não acredita que essa teoria seja provável. Álvarez afirma que “a batata a que se refere a santa é a chamada batata de Málaga, um tubérculo trazido por Colombo do Haiti em sua primeira viagem. Foi preciso esperar meio século para ter notícias da batata propriamente dita.”

O que é certo é que, a partir de 1573, no livro de registros de um hospital, aparece o recebimento deste tubérculo nutritivo vindo de um dos conventos das Carmelitas Descalças (ordem fundada por Teresa D´Ávila).

O mesmo Paul Ilegems oferece uma segunda hipótese: talvez as batatas fritas tenham sido inventadas por pescadores belgas, que costumavam fritar peixes e fizeram a mesma coisa quando as primeiras batatas chegaram às suas mãos, no ano 1650.

Isso é o que dizem os belgas. Mas os franceses não estão de acordo com eles, pois atribuem a si mesmos a invenção das “french fries”. Eles garantem que no final do século XVIII, sobre a Ponte Neuf, em Paris, já se viam vendedores dessa delícia. Ele eles preparavam a batata frita na frente dos clientes.

Sim, o nome mais conhecido do prato vem do idioma francês. Mas os belgas explicam que o termo ficou popular durante a primeira Guerra Mundial, quando seus soldados, que usavam o francês como língua oficial, ofereceram as batatas fritas aos soldados norte-americanos. Os americanos, então, as batizaram de “french fries”.

Essa briga é pela invenção daquela batata cortada em formato de bastões, fritos em bastante óleo. Mas as batatas cortadas bem fininhas e no formato arredondado, conhecidas por “chips”, surgiram por acidente no ano de 1853, em um restaurante de Nova York. O chef, diante das queixas de um cliente que sempre o recriminava por não cortar as batatas finas o suficiente para ele, decidiu dar uma lição ao homem, cortando-as de forma tão fina, que ele não conseguiria pegá-las com o garfo. O resultado foi o contrário: o cliente ficou surpreso e completamente satisfeito. Depois, todos os clientes começaram a pedir aquela nova e deliciosa especialidade.

Enfim, as batatas fritas foram inventadas por Santa Teresa, pelos belgas, pelos franceses ou pelos americanos? Realmente é difícil saber. A verdade é que esta famosa delícia é mundialmente conhecida e pode ser feita em casa, bem crocante e dourada. De vez em quando, dê-se ao luxo de saborear este prato sem culpa e sem pensar nas calorias.

Tags:
HistóriaIgrejaSantosSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia