Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 02 Agosto |
home iconAtualidade
line break icon

EUA aumentam pressão sobre a Coreia do Norte

KOREA

Matt Brown-CC

Agências de Notícias - publicado em 17/09/17 - atualizado em 17/09/17

O governo de Donald Trump aumentou, neste domingo (17), a pressão sobre a Coreia do Norte, na véspera da Assembleia Geral da ONU, onde os Estados Unidos buscarão sanções internacionais contra Pyongyang.

“O ponto crucial é unir todos os países para que façam todo o possível para fortalecer essas sanções, fazer o necessário para resolver esse problema sem chegar a um conflito militar”, declarou em uma entrevista à ABC o general H.R. McMaster, conselheiro de Segurança Nacional do presidente Trump.

Os americanos apontam, particularmente, para China e Rússia, dois aliados econômicos de Pyongyang e com os quais compartilha fronteiras.

“Todas as opções estão sobre a mesa”, advertiu ao canal ABC o general, citando uma fórmula diplomática para se referir a uma ação militar.

A embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, foi ainda mais taxativa em entrevista à CNN.

“Todos sabemos que, basicamente, se a Coreia do Norte continuar com esse comportamento insensato, se os Estados Unidos tiverem que se defender ou defender seus aliados, a Coreia do Norte será destruída”, declarou Haley à CNN. “Nenhum de nós quer isso, ninguém quer a guerra”.

Pyongyang realizou recentemente seu sexto teste nuclear e vários disparos de mísseis intercontinentais, o último na sexta-feira (15), com um míssil que sobrevoou o Japão.

A atitude foi percebida como uma provocação, poucos dias depois da aprovação pelo Conselho de Segurança da ONU de um oitavo pacote de sanções contra a Coreia do Norte.

Neste domingo, Trump e o presidente sul-coreano, Moon Jae-In, comprometeram-se a exercer “uma maior pressão” sobre Pyongyang.

“Ambos os dirigentes concordaram em exercer uma maior pressão e mais concreta para que o regime norte-coreano entenda que mais provocações vão conseguir apenas reforçar o isolamento diplomático e as pressões econômicas que levarão a seu colapso”, declarou a Presidência sul-coreana em um comunicado.

Na última segunda-feira (11), o Conselho de Segurança da ONU adotou por unanimidade uma nova resolução de sanções para obrigar a Coreia do Norte a renunciar a seus programas balístico e nuclear.

A aplicação das sanções será discutida durante uma reunião do Conselho de Segurança na quinta-feira.

Mas, apesar dos esforços, as sanções não foram capazes de dissuadir Kim Jong-Un sobre o seu programa nuclear e balístico.

Citado no sábado (16) pela agência estatal de notícias KCNA, Kim declarou que “o objetivo final é estabelecer um equilíbrio de forças real com os Estados Unidos para que os governantes americanos não sigam falando de opção militar contra a Coreia do Norte”.

O líder norte-coreano disse ainda que o lançamento do míssil de médio alcance do tipo Hwasong-12 foi um sucesso e “aumentou o poderio bélico nuclear” do país. O artefato sobrevoou o Japão antes de cair no oceano Pacífico.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
4
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia