Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Google agradece uma senhora pelos seus velhos bons modos

PONTIFEX
Shutterstock-Bloomicon
Compartilhe este artigo para ter a chance de ganhar uma peregrinação a Roma
Compartilhar
Compartilhei
Compartilhamentos

Os bons modos na internet desta senhora de 86 anos farão você sorrir

É uma das primeiras lições que as crianças aprendem na vida: o poder das palavras mágicas “por favor” e “obrigado”. Mas, à medida que crescemos e utilizamos diariamente, elas podem começar a parecer um pouco superficiais – estamos verdadeiramente gratos pelo 80º e-mail de um colega de trabalho? Estamos realmente gratos quando dizemos por favor quando finalizamos nosso pedido em um restaurante? Talvez não.

GRANDMA,COMPUTER,OUTSIDE
Maskot | Getty Images

Como resultado, muitas vezes esquecemos do poder dessas pequenas gentilezas. E talvez até nos esqueçamos de adicionar esse rápido “por favor”, especialmente em um mundo que se move na velocidade das mensagens de texto. A simples elegância social está cada vez mais distante nos dias de hoje.

Então, na semana passada, quando a avó britânica de 86 anos, May Ashworth, fez uma pesquisa incrivelmente educada em seu navegador do Google, causou uma pequena onda de cortesia, prazer e gratidão na internet.

O neto da Sra. Ashworth, Ben, descobriu seu pedido de busca quando ele foi visitá-la. A avó, querendo uma conversão de um número romano para o número arábico, digitou: “Por favor, traduza estes números romanos MCMXCVIII, obrigada”. A octogenária acreditava que sua pesquisa na internet estava sendo enviada para uma pessoa real na sede do Google. Achando isso muito divertido, Ben tirou uma foto da tela do seu computador e ‘tweetou’ seu educado pedido.

Em troca, o Google UK agradeceu Ben dizendo: “Em um mundo de bilhões de pesquisas, a sua nos fez sorrir. Ah, e a resposta é 1998”, acrescentou. “Obrigado”. E a conta oficial do Google no Twitter enviou seu próprio tweet: “Querida Vovó, não é necessário nos agradecer (e colocou um emoji sorridente)”.

Ela fez os leitores em todos os lugares sorrirem e nos lembrou que, mesmo em um mundo de tecnologia rápida, os bons costumes seguem um longo caminho. Especialmente quando lamentamos a crescente falta de educação dos outros – quando as pessoas passam sem te agradecer enquanto você segura a porta, ou quando nossos próprios filhos não nos agradecem por suas refeições ou pela roupa limpa. Agradecimentos não fazem as manchetes de notícias todos os dias, mas fazem a diferença.

Então quem sabe hoje, para homenagear a Sra. Ashworth, todos nós possamos ser um pouquinho mais gentis.

 

Selecione como você gostaria de compartilhar.

Compartilhar
* O crédito para artigos compartilhados será fornecido somente quando o destinatário do seu artigo compartilhado clicar no URL de referência exclusivo.
Clique aqui para mais informações sobre o Sorteio da Aleteia de uma Peregrinação a Roma

Para participar do Sorteio, você precisa aceitar os Termos a seguir


Ler os Termos e Condições