Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Janeiro |
Santo Arsênio de Corfú
home iconAtualidade
line break icon

Na América se vive mais, mas ainda se morre por doenças evitáveis

Swimmer in Pool

Getty Images

Agências de Notícias - publicado em 26/09/17

É preciso garantir as condições que determinam uma boa saúde, como o acesso à água potável, educação e moradia digna

A América aumentou sua expectativa de vida para 75 anos, quase cinco anos a mais que a média mundial, mas as doenças que podem ser prevenidas continuam sendo o principal desafio regional, afirmou nesta terça-feira a Organização Pan-americana da Saúde (OPS).

“A população ganhou 16 anos de vida em média nos últimos 45 anos, ou seja, praticamente dois anos a cada cinco”, indicou o relatório “Saúde nas Américas + 2017”, a publicação da OPS que a cada cinco anos analisa as tendências, os desafios e as condições da saúde no continente.

No entanto, a região ainda precisa combater doenças não transmissíveis (DNT), como câncer, diabetes e enfermidades cardiovasculares e respiratórias, associadas a determinados estilos de vida e responsáveis por quatro em cada cinco mortes por ano.

Alimentação pouco saudável, atividade física insuficiente, tabagismo e consumo nocivo de álcool são os principais fatores de risco desses males, segundo a OPS, que prevê um aumento de casos de DNT nas próximas décadas devido ao crescimento da população, ao envelhecimento e à urbanização.

“Vivemos mais anos de vida e morremos menos por causas que podemos evitar, mas esse ganho não foi equitativo”, disse a diretora da OPS, Carissa F. Etienne, que fez um chamado a garantir as condições que determinam uma boa saúde, como o acesso à água potável, educação e moradia digna.

O relatório, apresentado na 29ª Conferência Sanitária Pan-americana da OPS, que acontece até sexta-feira em Washington, também apresenta a “ameaça constante” das doenças emergentes, fruto das mudanças ambientais e dos deslocamentos de populações.

“Nos últimos anos, nossa região sofreu surtos de chikungunya, cólera, ebola, febre amarela, zika e outros eventos de saúde pública que puseram à prova nossa capacidade de preparação e resposta”, disse Etienne.

O relatório da OPS, órgão regional da Organização Mundial da Saúde (OMS), também destaca o desafio de lidar com as mudanças climáticas e suas repercussões na saúde física e mental.

– Obesidade, uma epidemia –

A OPS fez soar o alarme sobre a obesidade, um dos principais fatores de risco para DNTs.

Nas Américas, a região da OMS com a prevalência mais alta de sobrepeso e obesidade, a taxa é o dobro da média global: 26,8% em comparação com 12,9%, indicou o relatório, apontando as “proporções epidêmicas” deste mal não só em adultos (e particularmente em mulheres), mas também em crianças e adolescentes.

“Necessitam-se políticas regulamentares para promover, apoiar e proteger a alimentação saudável, a restrição do marketing, a regulação da rotulagem e a aplicação de impostos às bebidas ricas em açúcar e a outros produtos processados e ultraprocessados com alto conteúdo de calorias, açúcar, gorduras e sódio”, destacou a OPS.

Além disso, o relatório apontou que 15% da população maior de 18 anos (62 milhões) vive com diabetes, uma porcentagem que triplicou nos últimos dez anos.

Embora a mortalidade por doenças cardiovasculares tenha caído quase 20% em média em uma década, estas continuam sendo a principal causa de morte na região. O câncer provocou a morte de 1,3 milhão de pessoas em 2012, 45% delas com menos de 70 anos.

As lesões causadas por acidentes de trânsito, que causaram 12% das mortes em 2013, e as altas taxas de homicídios que colocam 18 países da América Latina e Caribe entre os 20 piores no mundo, são outros dos desafios a se enfrentar, indicou o relatório.

– O desafio de viver mais –

Segundo estimativas da OPS, 81% dos que nascem na América atualmente viverão até os 60 anos, enquanto 42% superarão os 80 anos. O relatório advertiu, no entanto, que este aumento da expectativa de vida não implica uma velhice sem deficiências e pediu aos sistemas de saúde que se adequem a este desafio.

“O envelhecimento saudável normalmente não é identificado com a ausência de doenças, mas com a capacidade para o funcionamento autônomo, e para manter e conservar a qualidade de vida”, indicou o relatório, que em 2015 situou a expectativa de vida saudável média nas Américas nos 65 anos.

Além do aumento da expectativa de vida, o relatório também destaca outros êxitos, como a redução de 24% da mortalidade infantil entre 2002 e 2013, a diminuição de 62% dos casos de malária entre 2000 e 2015, da lepra (10,1% a menos entre 2010 e 2014), e das mortes por aids (queda de 67% entre 2005 e 2015).

O texto ressalta, ainda, a eliminação da transmissão endêmica da rubéola (2015) e do sarampo (2016).

(AFP)

Tags:
DoençaPobrezaSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
2
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
3
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
4
FATHER PIO
Maria Paola Daud
Quando Jesus conversou sobre o fim do mundo com o Padre Pio
5
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
6
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
7
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia