Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 24 Julho |
home iconPara Ela
line break icon

Por que seus filhos devem andar descalços

Children Relaxing

Shutterstock

Calah Alexander - publicado em 01/10/17

Pesquisas mostram que usar sapatos não é tão bom quanto as pessoas pensam

Desde que meu primeiro filho era pequeno, sofri com mulheres mais velhas me criticando por meus filhos andarem descalços. Mesmo no verão elas insistiam que meus filhos deveriam usar sapatos, até mesmo os recém-nascidos.

Isso sempre foi desconcertante para mim desde o primeiro dia. Por que um recém-nascido precisa de sapatos durante o verão? Por que um bebê precisa de sapatos enquanto aprende a andar, já que os sapatos apertam os pés e os fazem cair? Por que minhas crianças mais velhas precisam de sapatos para brincar do lado de fora, quando seus sapatos machucam os pés e eles se equilibram melhor sem eles?

Nunca fazia sentido para mim, e uma das maiores benções de me mudar para o sudoeste da Flórida era a liberdade de permitir que meus filhos ficassem descalços durante todo o ano. Claro, eles precisam de sapatos para ir à escola e à igreja, mas o resto do tempo eles correm descalços – apesar das pessoas ainda olharem para eles com horror.

Por fim, minha afinidade por pés descalços foi confirmada pelo autor e fisioterapeuta Jay Dicharry, que passou anos estudando os pés de corredores africanos que cresceram descalços. Ele explica suas pesquisas e descobertas emAmerican Foot Binding:

Desde o nascimento usamos sapatos que guardam nossos dedos, diz Dicharry. “É muito difícil ativar os músculos se uma articulação é empurrada em uma direção ao longo dos anos. Os bebês nascem com um excelente alinhamento dos pés”, acrescenta. “Os tecidos macios e os ossos remodelam com base na maneira como são carregados”.

Como os corredores africanos ficaram descalços ao longo de seu rápido período de crescimento, nas duas primeiras décadas de vida, eles colocaram uma carga “mecânica muito maior em seus pés do que o típico garoto americano que usava sapatos”.

Se pudéssemos soltar o dedo e espalhá-lo, poderíamos experimentar “o verdadeiro sereno controle dos pés”, diz ele. “Mas é difícil aprender com um pé que teve uma aderência nos dedos desde que colocou seu primeiro par de sapatos”.

Depois de ler isso, levei meus filhos ao parque e os assisti brincar com os pés descalços. Durante anos notei o tamanho dos pés. Eu atribui isso à genética, e muitas vezes lamentava seus “pés grandes” e a necessidade de comprar sapatos de tamanho maior, mas nunca conectei os pontos entre a frequente falta de sapatos e a forma dos pés.

Mas, quando eu os assisti saltar e brincar, eu percebi que eles usam seu dedo grande como uma alavanca. Todos podem saltar mais alto do que eu posso, e, sem exceção, eles apoiam em seu dedo grande em vez de apoiar no pé.

Eles também espalham seus dedos abertos em torno de equipamentos, usando-os para entender, equilibrar e alavancar seu peso corporal. Meus dedos não fazem isso – tirei meus sapatos para brincar no equipamento e descobri que eu era menos capaz de agarrar e equilibrar com meus pés descalços.

Então eu comecei a juntar-me aos meus filhos em suas aventuras descalças. Eu admito, acho desconfortável andar sem sapatos – mas assistir à maneira que meus filhos podem equilibrar, pular e escalar sem sapatos me faz querer aprender novamente a usar meus pés.

Agora, se eu pudesse convencer sua escola de que os sapatos deveriam ser opcionais…

Tags:
EducaçãoFilhosSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
Atriz Claudia Rodrigues
Reportagem local
Assessora pede orações por atriz Claudia Rodrigues: “está m...
6
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
7
Orfa Astorga
Até que idade é saudável morar na casa dos pais?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia