Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Conheça os ativistas antinucleares já premiados com o Nobel da Paz

PEACE NOBEL PRIZE
Britta Pedersen I dpa I AFP
Compartilhar

O grupo Campanha Internacional para Abolir as Armas Nucleares (ICAN) foi premiado com o Nobel da Paz nesta sexta-feira (6), porém não é a primeira vez que o comitê Nobel premia ativistas a favor do desarmamento nuclear.

2017

Campanha Internacional para Abolir as Armas Nucleares (ICAN), por advertir sobre as consequências humanitárias causadas pelo uso de armas nucleares e por se esforçar em conseguir um acordo que proíba o uso dessas armas.

2005

A Agência Internacional de Energia Atômica e o seu então diretor, Mohamed El Baradei (Egito), “por seus esforços em evitar o uso da energia atômica para fins nucleares”.

1995

Joseph Rotblat (Reino Unido) e o movimento Pugwash, “por sua determinação em diminuir o espaço que as armas nucleares possuem na política internacional e, a longo prazo, a eliminação dessas armas”.

1985

Associação Internacional de Médicos para a Prevenção da Guerra Nuclear, por sensibilizar sobre as consequências de uma possível guerra nuclear.

1982

Alva Myrdal (Suécia) e Alfonso García Robles (México), pelo papel que ambos tiveram nas negociações com a ONU a respeito do desarmamento nuclear.

1975

Andrei Sajarov (União Soviética), por sua oposição ao abuso de poder e por advertir sobre as consequências de uma corrida armamentista.

1974

O ex-premiê japonés Eisaku Sato, por proibir o uso de armas nucleares em seu país.

1962

Linus Carl Pauling (Estados Unidos), por sua campanha contra os testes nucleares.

1959

Philip Noel-Baker (Reino Unido), por seu trabalho em evitar uma provável guerra entre os Estados Unidos e a União Soviética.

(AFP)