Aleteia

Página “Papa Francisco Brasil”: 4 milhões de fãs na rede social que chegou a bloqueá-la

Creative Commons
Compartilhar
Comentar

Facebook tirou a página do ar em julho deste ano, mas ela voltou com força total e deve atingir marca histórica na semana de Nossa Senhora Aparecida

Assim que o Papa Francisco foi eleito, um grupo de jovens católicos se sentiu inspirado a dedicar a ele uma página no Facebook. E a ação foi rápida: a “Papa Francisco Brasil” se tornou em pouco tempo uma das mais numerosas comunidades da rede em homenagem ao Santo Padre – e não só no Brasil, mas em todo o planeta!

Sua proposta é tão simples quanto o próprio Papa e o próprio Cristo: divulgar as mensagens e iniciativas do Santo Padre e compartilhar vídeos, imagens e links para ajudar os leitores a seguirem com grande entusiasmo o caminho de Jesus, construindo juntos a “cultura do encontro”, que nada mais é do que a vivência prática do Evangelho no dia a dia.

Marca histórica em semana especialíssima

Nesta semana de Nossa Senhora Aparecida, a página está prestes a atingir a marca de 4 milhões de fãs, o que a mantém como uma das páginas católicas com a maior quantidade de “curtidas” no mundo.

Aleteia, que é parceira da página “Papa Francisco Brasil”, comemora em profunda união de corações esse marco tão emblemático – e recompensador!

_____________

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A PÁGINA

PAPA FRANCISCO BRASIL”:

CURTA E FAÇA PARTE DESTA HOMENAGEM!

_____________

Desafios superados

Não foi tão simples chegar a esse marco.

Na noite de 17 de julho de 2017, pelo menos duas dezenas de páginas católicas denunciaram ter sido bloqueadas ou até excluídas do Facebook sem aviso prévio. Entre elas estava a “Papa Francisco Brasil“.

Fanpage Papa Francisco Brasil
Fanpage Papa Francisco Brasil bloqueada

A reação católica nas redes sociais foi imediata e clamorosa.

Advogados de administradores de páginas católicas brasileiras solicitaram explicações do Facebook tanto sobre as causas do bloqueio quanto sobre o questionável modo de proceder da empresa, além de exigirem que as fanpages fossem restabelecidas. Segundo o blog Ancoradouro, a porta-voz da rede social no Brasil informou que o bloqueio tinha sido efetuado pelo Facebook mundial e não pela sede nacional da empresa. Mais tarde, a rede social se manifestou mediante nota enviada à agência católica de notícias ACI Digital dizendo que “o incidente foi causado acidentalmente por um mecanismo de detecção de spam na plataforma“.

A “Papa Francisco Brasilemitiu nota de agradecimento a todos os católicos que se mobilizaram em sua defesa, demonstrando que não aceitarão qualquer tipo de censura contra a sua fé.

Desde então, a página também alterou seu endereço na rede social para facebook.com/amigosamigasfrancisco

CC
Boletim
Receba Aleteia todo dia