Aleteia

Oração a Santa Edwiges

Compartilhar
Comentar

Confie na intercessão da padroeira dos pobres e endividados

Senhor meu Deus, Todo-poderoso, Criador do céu e da terra, Vós que tudo regulais em justiça e misericórdia, aceitai a prece que humildemente Vos dirijo por intermédio de Santa Edwiges, vossa serva, que tanto Vos amou na Terra e que usufrui da graça de contemplar Vossa divina face.

Santa Edwiges, exemplo de fé cristã, espelho do amor divino, vinde em nosso auxílio.

Santa Edwiges, fiel discípula de Cristo, humilde serva do Senhor, modelo de amor à cruz, vinde em nosso auxílio.

Santa Edwiges, bondosa mãe dos pobres, auxílio dos doentes, refúgio dos oprimidos, vinde em nosso auxílio.

Santa Edwiges, modelo das mães cristãs, glória da Santa Igreja, vinde em nosso auxílio.

Santa Edwiges, por amor a Jesus, Maria e José, fazei vossas minhas aflições. Apressai-vos em socorrer-me. Amém.

Oremos:

Santa Edwiges, socorrei-nos em nossas necessidades. Por amor a Jesus Crucificado, fazei vossas, minhas aflições e minhas angústias, apressai-vos em socorrer-me. Santa Edwiges, por vossa santa vida, por vossa santa morte, fazei vossas, minhas aflições e minhas angústias, apressai-vos em socorrer-me. Amém.

 

Sobre Santa Edwiges

Santa Edwiges  nasceu na Alemanha em 1174 e tornou-se modelo dos três estados de vida femininos: esposa, celibatária e viúva.

Edwiges casou-se com o príncipe da Silésia, Henrique I, e teve com ele seis filhos, os quais educou com muito amor. Com o passar dos anos, convenceu o marido a fazer voto de continência conjugal. Como esposa, Edwiges soube ser exemplo e com dedicação conseguiu conciliar os seus deveres com um profundo espírito de oração, penitência e, sobretudo, caridade para com os pobres e doentes.

A História conta que Santa Edwiges guardava para si parte mínima de suas rendas, e todo o restante destinava a socorrer os pobres.

Quando seu esposo faleceu, ela retirou-se ao convento onde sua filha Gertrudes era abadessa, e neste mesmo lugar deu largos passos rumo à santificação de si e dos demais. Faleceu consumida pela penitência, fé e amor no dia 15 de outubro de 1243.

Boletim
Receba Aleteia todo dia