Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 24 Outubro |
São José Lê Dang Thi
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Xi Jinping, o dirigente chinês mais poderoso em 25 anos

AFP/Xinhua/Li Tao

Agências de Notícias - publicado em 16/10/17 - atualizado em 16/10/17

Xi Jinping, considerado o dirigente mais poderoso da China nos últimos 25 anos, como foram Mao Tsé-Tung e Deng Xiaoping, acumula quase todos os poderes em seu país, sem fazer concessões à sociedade civil.

Onipresente na mídia, ao ponto de ser comparado a Mao, fundador do regime, Xi, de 64 anos, vai obter um novo mandato de cinco anos no Congresso do Partido Comunista Chinês (PCC) que começa na quarta-feira em Pequim.

Este homem de rosto redondo já acumula as principais funções à frente da segunda potência econômica mundial: secretário-geral do PCC, presidente da República Popular e da comissão militar central.

“Representa o que os chineses querem em termos de governo: um país bem gerido, uma China forte e respeitada”, observa Jean-Pierre Cabestan, da Universidade Batista de Hong Kong.

O “sonho chinês de um grande renascimento” do país mais populoso do mundo – 1,38 bilhão de pessoas – após um século de humilhação infligida pelos ocidentais, está no cerne do programa do presidente Xi.

Sua onipresença midiática lembra o estilo soviético mais puro, acompanhado de um retorno da ideologia, da propaganda e repressão contra aqueles que ameaçam a estabilidade, começando com as redes sociais, monitoradas de perto.

– Anti-Gorbachev –

“Xi Jinping se apresenta como o anti-Gorbachev. É alguém que foi traumatizado pela queda da URSS, o que explica a repressão da sociedade civil e o retorno da ideologia após sua chegada ao poder”, analisa o jornalista François Bougon, autor de um recente livro sobre o líder chinês.

“Se nos desviamos do marxismo, ou o abandonamos, nosso partido perderá sua alma e seu curso”, advertiu Xi no mês passado, como se seu partido não tivesse feito grandes avanços na economia de mercado desde o final da década de 1970.

Xi Jinping nasceu em um ambiente confortável. Ele é filho de Xi Zhongxun, um dos fundadores da guerrilha comunista e pertencente à casta dos “Príncipes Vermelhos”, descendentes dos revolucionários que chegaram ao poder em 1949, antes de serem purgados por Mao.

Xi tenta apagar essas origens e cultiva uma imagem de líder próximo do povo. A imprensa oficial insiste em sua vida no campo durante a “revolução cultural” (1966-76), quando morou em uma caverna.

Ao final dos distúrbios da era maoista, Xi Jinping se formou como engenheiro químico na prestigiada Universidade de Tsinghua em Pequim, embora tenha feito carreira dentro do partido, para o qual entrou com apenas 21 anos.

O presidente chinês já conhecia os Estados Unidos: esteve em Iowa em 1985 para estudar agricultura. Ele se divorciou e em 1987 se casou com a cantora Peng Liyuan, então muito mais famosa do que ele. O casal teve uma filha.

Xi Jinping foi governador de Fujian em 2000 e líder do partido em Zhejiang em 2002, duas províncias costeiras que são vitrine da China reformista.

O presidente Hu Jintao recorreu a ele em 2007 para colocar ordem em Xangai, onde o então chefe do partido havia caído em desgraça após um escândalo de corrupção.

Neste mesmo ano, Xi Jinping ingressou no comitê permanente do gabinete político, politburo do PCC, cujo comando assumiu em novembro de 2012.

Xi fez da luta contra a corrupção o principal objetivo do seu mandato: em cinco anos mais de um milhão de autoridades foram punidas. Há quem suspeite que a campanha tente acobertar um expurgo da oposição interna.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
4
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia