Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 24 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEspiritualidade
line break icon

Como identificar se seu pároco é um “espertalhão”

© DR

Gelsomino Del Guercio - publicado em 18/10/17

Algumas sugestões do arcebispo de Milão para reconhecer atitudes de uma vocação pouco devota

Você desconfia que o padre de sua paróquia está se desviando de sua vocação ou já não a vive mais como uma entrega pessoal? Veja como você pode identificar isso através de alguns sinais. É uma espécie de vade-mécum copilado pelo monsenhor Mario Delpini, arcebispo de Milão.

“Os padres espertalhões encontram no exercício do sacerdócio a função que esconde a timidez, a posição que satisfaz a ambição, a liberdade de ação que consiste em realizar os sonhos mais originais – para não dizer estranhos”, diz Delpini.

Cegos pela ambição

Alguns exercitam sua astúcia para alcançar objetivos que interessam somente a eles: cultivam o desejo de chegar ao título de diretor da Universidade de Atenas, querem que os sábios de Alexandria elogiem seus escritos, tentam colocar seu nome em uma sala de uma basílica, mostram coleções de recordações exóticas de suas viagens à Arábia, por exemplo, ou aspiram cargos dotados de prestígio.

Tentam se justificar a todo custo  

Mais cedo ou mais tarde, os sacerdotes aproveitadores chegam aonde querem, mesmo que descuidando dos serviços mais habituais exigidos pelo ministério, como visitar os doentes, consolar os aflitos, cuidar das crianças e estar disponível para todos. Para isso, eles se utilizam dos argumentos mais refinados que possuem.

Delegam sempre aos mais jovens

Alguns exercem sua astúcia defendendo sua tranquilidade, apesar da urgência das exigências do ministério. Em seus calendários, as datas mais seguras e indiscutíveis são as de suas férias. Se precisam de colaboradores, sabem como requerê-los, deixando de lado os que têm mais necessidade de um emprego. Se existem tarefas muito difíceis, delegam-nas aos mais jovens e fracos. Depois, reclamam: “estes jovens sacerdotes não são como os mais velhos”.

Tratam de garantir uma riqueza pessoal

Se alguém pede para que eles façam um gesto de generosidade ou que estejam disponíveis para outros cargos, sempre apresentam empecilhos e colocam várias condições até que o bispo desanima e, no futuro, não lhe faça outras propostas. Eles administram seus bens e os da comunidade com uma perícia tão refinada que conseguem formar pequenas fortunas e ficam indiferentes ao bem que poderiam fazer a favor de outros sacerdotes e das comunidades mais pobres.

Enganam os bispos

Alguns, depois de terem declarado, prometido e confirmado o desejo e a convicção de colaborar como bispo para o serviço da Igreja, apenas  recebem o trabalho e se tornam senhores inquestionáveis. Eles criam seus próprios métodos, como se tivessem a segurança de abrir caminhos infalíveis, sem levar em conta as orientações do bispo, exceto para expressar exceções e confirmar seus pensamentos de que eles sabem fazer melhor do que todo mundo.

Quando o bispo convida os jovens a comentar as Escrituras, propõem uma peregrinação. Quando o bispo destaca a importância da educação, eles insistem que o mais urgente é procurar casa para os sem-teto. E assim por diante.

Não julgar

Delpini conclui que “é preciso agradecer ao Senhor o fato de nosso presbitério estar composto por sacerdotes devotos; também é necessário resistir à tentação de julgar os demais”.




Leia também:
Como identificar um falso padre

Tags:
PadressacerdocioVocação
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
3
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
FAMILY PRAY
Philip Kosloski
Oração para manter as crianças longe do perigo
7
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia