Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 25 Janeiro |
Conversão de São Paulo
home iconEstilo de vida
line break icon

Dormir 8 horas por noite pode salvar a sua vida

© javi_indy / Shutterstock

Calah Alexander - Reportagem local - publicado em 03/11/17

Falta de sono pode causar crises cardíacas, AVC, diabetes, obesidade, câncer, problemas imunológicos, agressividade, dependências e transtorno bipolar

Precisamos, em média, de oito horas de sono por noite para “funcionar” corretamente. Quando vamos reduzindo o descanso noturno primeiro em uma hora, depois em duas, depois em três e até em mais horas roubadas do sono, a consequência direta é perceptível: ficamos cansados, distraídos e… doentes.

Matthew Walker é especialista em sono. Ele dirige o Center for Human Sleep Science (Centro de Ciências do Sono Humano) da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) e, recentemente, explicou ao jornal britânico The Guardian o quanto o desrespeito à importância do sono é perigoso:

“Se há uma coisa que eu digo às pessoas é para dormirem e acordarem no mesmo horário todos os dias, independentemente das circunstâncias. Eu levo o meu sono muito a sério porque já vi os riscos. Depois de apenas uma noite em que você dorme só quatro ou cinco horas, os seus mecanismos de autodefesa, aqueles que atacam as células cancerosas que aparecem no seu corpo todos os dias, decaem cerca de 70%. A falta de sono pode ser uma das causas de câncer do intestino, da próstata ou de mama. A Organização Mundial da Saúde classificou toda forma de trabalho noturno como potencialmente cancerígena. Sabendo disso tudo, como você pode menosprezar o sono?”

A falta de sono é causa de graves doenças

Matthew Walker não pretendia estudar o sono: as suas pesquisas começaram com pacientes que sofriam de demência. Mas ele não obteve avanços significativos até perceber que alguns tipos de demência atacam os centros cerebrais relacionados ao controle do sono. Foi então que ele criou um laboratório do sono para monitorar as ondas cerebrais de pacientes afetados pela demência enquanto eles dormiam.

O professor descobriu que o sono poderia representar um novo diagnóstico precoce para diferentes tipos de demência. Mas a privação do sono, definida como menos de sete horas por noite, é repleta de outras consequências sérias além da demência: ela exerce influência em crises cardíacas, acidentes vasculares cerebrais, diabetes, obesidade, câncer, problemas imunológicos, agressividade, dependências e transtorno bipolar, entre outros quadros.

Essa lista sozinha já não merece que nos perguntemos com mais atenção e sinceridade sobre a situação atual do nosso sono?

A importância de fazer boas escolhas

É verdade que privar-se do sono é às vezes inevitável, em especial para mamães e papais de crianças pequenas ou que estão doentes – e é óbvio que não se pode “culpar” os pais que cuidam dos próprios filhos! Mas sacrificar o sono habitualmente para fazer tarefas de trabalho ou para assistir aos episódios da série do momento não só não é responsável como é de fato uma péssima decisão.

É mentira que aumentaremos a nossa produtividade reduzindo a nossa expectativa de vida.

Se você está sofrendo de distúrbios do sono, talvez seja o caso de procurar um especialista. Existem soluções.

Enquanto isso, a primeira medida urgente é apagar aquela luz azul das telas de smartphone, tablet, computador e televisão pelo menos meia hora antes de se deitar para dormir. Daqui a poucos anos, você agradecerá a si mesmo por ter feito esse pequeno sacrifício – que é um enorme remédio.

Tags:
CiênciaDescansosonoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
2
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
3
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
4
FAMILY PRAY
Philip Kosloski
Oração para manter as crianças longe do perigo
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
7
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia