Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Cavalheirismo é, sim, elegante. E elas gostam!

Compartilhar

E vocês, meninas, o que acham deste artigo?

Ao contrário do que pode se pensar, cavalheirismo é sim elegante e elas gostam! É sempre admirável se deparar com homens que carregam esse valor.

Normalmente é algo natural, espontâneo. A gente sente quando parte de uma iniciativa própria e de atenção com a mulher.

Um homem cavalheiro sabe respeitar, atender aos cuidados, é observador e sabe como agradar e valorizar a mulher, sem precisar que ela lhe chame atenção pra isso.

Cavalheirismo é algo a ser resgatado e mantido diante dessa estranha confusão nos relacionamentos, quando as mulheres se tornaram mais independentes e tomaram à frente dos encontros e pedidos de namoro.

Em meio ao também “amor virtual”, ainda se espera atitudes espontâneas e orgânicas dos homens, e não só no lance da conquista, sempre.

E não é nada brega ser cavalheiro, pelo contrário, é bem charmoso, por sinal.

É ainda bonito e admirável um homem que se coloca ao lado da sua mulher, ou a frente para lhe abrir a porta. Faz questão de segurar a sua mão e esperá-la quando necessário.

Gentileza gera gentileza e é claro que eles também vão gostar de ser tratados com esse carinho e respeito.

Depois que um homem desses passa na vida de uma mulher, ela fatalmente ficará mal acostumada. Ela irá sentir que merece esse cuidado e espera por ele nos novos relacionamentos.

Cavalheirismo não é difícil, é mesmo questão de cuidado.

São gestos e movimentos simples que se faz apaixonar e que somados refletem confiança e respeito do casal.

Atitudes que vêm de berço e que formam homens de valor.

 

(via Pazes)