Aleteia
Quinta-feira 01 Outubro |
São Bavão de Gand
Histórias Inspiradoras

Tratar pessoas como coisas: o costumeiro início do pecado...

Reportagem local | Nov 07, 2017

Um breve e revelador diálogo entre a sábia senhora e o jovem pregador que tem medo de dizer as coisas "na lata"

O prolífico escritor Terry Pratchett, em seu livro Carpe Jugulum, nos apresenta o seguinte diálogo entre dois personagens: a sábia senhora Granny Weatherwax e o pregador iniciante Oats, que tem receio de fazer afirmações contundentes porque está contaminado pela ideia relativista de que “não existe preto e branco: tudo tem tons de cinza“.

É certamente verdade que a esmagadora maioria das coisas tem matizes, mas afirmar que “nada é o que é” significa absolutizar o relativo, o que nos leva a cair em uma evidente contradição lógica e a negar, por exemplo, que exista a bondade pura.

Mas lá vai o diálogo em questão, a partir do momento em que o pregador afirma que a natureza do pecado está relacionada com “muitos tons de cinza”.

Granny Weatherwax: “Não existe esse cinza: existe um branco que foi se sujando. Estou surpresa de que você não soubesse disso. E é pecado, jovem, quando você trata as pessoas como coisas. Incluindo a si mesmo“.

Oats: “É muito mais complicado do que isso“.

Granny Weatherwax: “Não. Não é. Quando as pessoas dizem que as coisas são muito mais complicadas do que isso, é porque estão preocupadas com o fato de não gostarem de encarar a verdade. Pessoas tratadas como coisas: é aí que começa“.

Oats: “Ah, eu tenho certeza de que existem crimes piores…

Granny Weatherwax: “Mas eles começam quando pensamos nas pessoas como coisas“.

O pecado é essencialmente a ofensa a Deus por contrariarmos o Seu Amor, mas é certamente revelador que essa contrariedade ao Amor de Deus costume quase sempre manifestar-se no tratamento que damos a nós mesmos e aos outros como coisas e não como filhos d’Ele, chamados a participar da Sua Perfeição. Uma consideração a levarmos em conta!

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Cultura do descartePecado
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Com afastamento do pe. Robson, o Santuário de...
A12
3 armas fortes de São Miguel Arcanjo
Gelsomino Del Guercio
A misteriosa linha reta que une 7 santuários ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Silvia Lucchetti
Gestante com câncer recusa aborto: ela e o be...
SAINT MICHAEL
Arcanjo Miguel
15 de agosto: começa a Quaresma de São Miguel...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia