Aleteia

8 palavras de um casal idoso iluminaram para sempre a mamãe esgotada de 3 bebês

Compartilhar
Comentar

Dois gêmeos de 2 anos, um nenenzinho de 3 meses e o caos que virou pura bênção graças a uma frase

Ter filhos, geralmente, significa inscrever-nos numa temporada de alguns anos de caos – tá bom, algumas décadas. A nossa vida vira uma montanha-russa em que é fácil ir perdendo o amor de vista no dia-a-dia, enquanto superdimensionamos os estresses diários…

Anna Strode era uma mamãe exausta que se aventurou a ir até um café da própria cidade com seus três filhos pequenos: os meninos gêmeos Lachie e Sammy, de 2 anos, e Madi, de apenas 3 meses. Enquanto a corajosa Anna lidava com um chocolate quente derramado pela mesa, com um menino em prantos, com o outro correndo eletricamente pelo meio das mesas e com o bebê cansado e choramingando em seu colo, ela ouviu o sussurro de um senhor à sua esposa em uma das mesas próximas:

“Esses foram os melhores dias da nossa vida!”.

Quase chocada, Anna se virou instintivamente para o casal e perguntou:

“Sério?”

A senhora, serenamente, respondeu com um sorriso e um olhar que brilhava de encanto, saudade e emoção:

“Os melhores dias da nossa vida. Disparado!”.

Aquelas palavras do casal idoso tiveram impacto imediato em Anna. Ela compartilhou esse momento no Instagram, dizendo:

“De repente, o caos que me rodeava não me parecia mais estressante ou frustrante. Eu queria ‘engarrafar’ aquele momento e parar o tempo (…) Eu percebi, naquele momento, que, um dia, os meus bebês estarão todos crescidos, terão os seus próprios bebês e não precisarão mais de mim”.

Anna acrescentou, numa declaração ao site Scary Mommy:

“Aquele comentário de um senhor de idade me ajudou demais a enxergar até os dias mais duros como um verdadeiro presente”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia