Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Atualidade

Barragem: progresso a que preço?

Public Domain

Vanderlei de Lima - publicado em 13/11/17

A construção de uma barragem (“represa”) que, segundo órgãos de imprensa, terá capacidade de fornecer água para 22 cidades da região, leva-nos à reflexão.

Reflexão que pretende fugir do ecologismo radical a condenar todo e qualquer progresso, mas que quer, sim, se posicionar – à luz do que ensina a Igreja – contrário ao uso desordenado dos recursos naturais como se estes fossem propriedade particular e não dádiva do Criador. Sim, pois “o desperdício da criação começa onde já não reconhecemos qualquer instância acima de nós, mas vemo-nos unicamente a nós mesmos” (Bento XVI, Discurso ao clero da diocese de Bolzano-Bressanone, 06/08/08).

No Gênesis 2,8-9.15, primeiro livro da Bíblia, o homem e a mulher aparecem como o ápice da criação de Deus, colocados – em linguagem bíblica própria – no centro do jardim do Éden para dele cuidarem como administradores/senhores.

Autores contemporâneos têm comentado tal passagem dizendo que: “o senhorio do ser humano é de responsabilidade, é o poder a serviço da criação e do Criador, numa relação de respeito e preservação” (Pe. Mário Marcelo Coelho. O que a Igreja ensina sobre… 5ª ed. S. Paulo: Canção Nova, 2012, p. 138). Na mesma linha, a Dra. Maria Aparecida Correa Custódio afirma que, na situação do Gênesis, os verbos “submeter e dominar estão no âmbito de conquistar, governar e reger” […]. “No contexto atual, no qual se coloca a necessidade do cuidado com a vida no planeta, optou-se pela palavras conquistar e gerenciar: conquistar no sentido de alcançar ou adquirir o equilíbrio necessário para lidar com a grandeza do planeta e gerenciar bem cada dimensão da vida presente nele” (Pentateuco e Históricos. Batatais: Claretiano, 2013, p. 43 – destaques do original). Ainda: “Governar a natureza significa não destruí-la, mas aperfeiçoá-la, não transformar o mundo em um caos inabitável, mas numa bonita casa, ordenada no respeito por todas as coisas” (CNBB. Preserve o que é de todos, 1979, p. 17).

Seguindo essa ética do cuidado, a Igreja tem, com certa frequência, chamado a atenção para uma verdade capital: se o ser humano é o centro da criação divina, preservar o meio ambiente é condição essencial para a sobrevivência da humanidade. Por isso o Papa São João Paulo II escreveu que, dentro da grave crise moral que abala a humanidade, “a deterioração ambiental é um dos aspectos mais preocupantes”. Daí, a importância de “uma consciência ecológica, que não deve ser reprimida, mas antes favorecida, de maneira que se desenvolva e vá amadurecendo até encontrar expressão adequada em programas e iniciativas concretas (Dia Mundial da Paz, 1º/01/1990).

Por fim, o Papa Francisco alerta que “As estradas, os novos cultivos, as reservas, as barragens e outras construções vão tomando posse dos habitats e, por vezes, fragmentam-nos de tal maneira que as populações de animais já não podem migrar nem mover-se livremente, pelo que algumas espécies correm o risco de extinção” (Laudato Si, 2015, 35). Há, aí, é evidente, um desequilíbrio ambiental pernicioso muito grande.

Daí a pergunta crucial: jogando de lado o que acima foi dito, qual é o preço – ou a consequência – do dito progresso de uma barragem para nossa “Casa comum” e, por conseguinte, para cada ser humano que vive (ou viverá) próximo à grande represa? – É hora, amigo(a) leitor(a), de refletirmos e indagarmos com seriedade!

Vanderlei de Lima é eremita na Diocese de Amparo

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Meio ambiente
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia