Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O dia em que São João Paulo II foi presenteado com uma Ferrari

Vaticano
Compartilhar

Pontífice morreu dois meses antes do leilão do carro

O Papa Francisco recentemente ganhou de presente uma Lamborghini Huracan, mas esta não é a primeira vez que um Pontífice ganha um carro esportivo veloz: a Ferrari deu a São João Paulo II um modelo Enzo.

A Ferrari Enzo, que homenageia o seu fundador, Enzo Ferrari, foi lançada no mercado em 2002 e inicialmente só foram fabricadas 399 unidades deste modelo, custava mais de meio milhão de dólares. O carro conseguia chegar a 160 quilômetros por hora em apenas 6,6 segundos.

A quatrocentésima Ferrari Enzo foi fabricada especialmente para ser entregue a São João Paulo II.

FERRARI
Thomas Doerfer / Creative Commons

São João Paulo II morreu em abril de 2005, dois meses antes da realização do leilão nas instalações da Ferrari em Maranello, na Itália. A venda do carro arrecadou um 1,1 milhão de dólares, que foram entregues por executivos da empresa ao Papa Bento XVI em dezembro de 2005.

Ao entregar ao Santo Padre o valor arrecadado, os executivos da Ferrari deram de presente a Bento XVI o volante do veículo de corrida do campeão de Fórmula 1 Michael Schumacher, com uma dedicatória: “O volante do Campeão do Mundo de Fórmula 1 para Sua Santidade Bento XVI, piloto do cristianismo”.

Uma Ferrari “papamóvel”

Em junho de 1988, em uma visita à fábrica da Ferrari em Maranello, São João Paulo II usou, como papamóvel, uma Ferrari Mondial Cabriolet com um teto conversível.

(ACI Digital)