Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconCuriosidades
line break icon

O dia em que um santo católico deu uma bronca épica no Monstro do Lago Ness

Journey for | Youtube

Philip Kosloski - Reportagem local - publicado em 22/11/17

Será por isso que o bicho "quase" nunca mais foi visto desde então?

São Columba viveu no século VI e é recordado como um influente missionário irlandês que ajudou a levar o cristianismo até a Escócia.

É fato que ele fundou mosteiros e igrejas na região, mas a tradição popular também lhe atribui um mérito adicional – e bastante peculiar: ter enfrentado uma criatura misteriosa e monstruosa que habitava as margens do Rio Ness, o curso d’água de poucos quilômetros de extensão que flui do extremo norte do Lago Ness rumo a Inverness.

O inusitado encontro é registrado em uma biografia de São Columba escrita no século VII.

Narra o texto que, certo dia, quando passava pelo Rio Ness, São Columba viu um grupo de pessoas enterrando um homem que teria sido atacado por um monstro enorme, habitante do rio. O monge resolveu investigar. Não demorou muito para que o monstro emergisse das águas com a provável pérfida intenção de engolir outro homem que nadava no rio!

Foi então que o bravo São Columba levantou a mão sagrada e, invocando o nome de Deus, fez no ar o sinal salvífico da cruz e ordenou ao monstro feroz:

“Não avançarás nem tocarás no homem! Recua imediatamente!”

E assim, à voz do santo, o monstro fugiu tão rápido como quem é puxado violentamente por uma corda.

A lenda prossegue e relata que, ao verem os homens que o monstro recuara e que o seu companheiro Lugne retornava são e salvo até eles no barco, foram tomados de admiração e deram glória a Deus por ter-lhes enviado aquele homem ungido. E mesmo os bárbaros pagãos ali presentes foram tocados pela grandeza do milagre que tinham vislumbrado com os próprios olhos, passando a glorificar o Deus dos cristãos.

O episódio lendário é considerado o primeiro relato escrito sobre o monstro do Lago Ness, mítico animal que, a não ser por uma fraude aqui e outra acolá, permanece bem oculto nas profundezas até hoje.

São Columba 1 x 0 Monstro do Lago Ness!

A propósito: é muito curioso observar que, lendas e fraudes à parte, até hoje não foi 100% descartada pelos pesquisadores a possibilidade de que exista mesmo alguma criatura misteriosa nas águas do Lago Ness. E, a cada certo tempo, ressurgem rumores de alguém que viu “alguma coisa” por lá…

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Santos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia