Aleteia

Quando uma satanista tentou roubar a Eucaristia

Compartilhar
Comentar

A hóstia consagrada foi levada ao cemitério. E o que aconteceu depois é de arrepiar

No século XV, na pequena aldeia de Ettiswil, Suíça, ocorreu um grande milagre, depois que um crime terrível foi cometido. Uma hóstia consagrada foi roubada de uma igreja por uma mulher que fazia parte  de uma seita satânica. O nome dela era Ann Vögtli e ela fugiu da igreja com a Eucaristia nas mãos.

A razão do crime não é conhecida. Porém hóstias consagradas são frequentemente roubadas das igrejas para serem profanadas por grupos satânicos. Isso geralmente ocorre durante a chamada “Missa Negra”, onde uma Missa Católica é ridicularizada com rituais bizarros. Um dos dias preferidos para essas “Missas Negras” é o Halloween, considerado um “feriado” satânico para muitos grupos.

Depois de sair da igreja, Vögtli correu até chegar ao muro do cemitério. Ela tentou entrar, mas, naquele momento, a hóstia ficou muito pesada. Tanto que a moça não conseguia mais segurá-la. Mais tarde, Vögtli revelou a seguinte história: “Depois de bater minha mão no portão de ferro, eu segurei a hóstia. Mas, assim que eu atravessei o muro do cemitério, a hóstia tornou-se tão pesada que eu não conseguia carregá-la mais. Sendo incapaz de avançar ou de retroceder, joguei a hóstia perto de uma cerca, nas urtigas “.

Uma jovem encontrou a Eucaristia nas plantas, mas a hóstia tinha se transformado e ficou parecendo uma flor. Ela explicou que “a hóstia roubada [estava] dividida em sete partes. Seis delas formaram uma flor semelhante a uma rosa. Além disso, uma grande luz as cercava”.

O padre da paróquia foi informado e conseguiu recolher as seis partes. Porém a sétima não saía do lugar. Ele entendeu aquilo como um sinal de que uma capela deveria ser construída naquele local.

Mais tarde, uma relíquia contendo a hóstia milagrosa foi consagrada na capela construída no lugar. Desde então, inúmeros milagres aconteceram para aqueles que veneraram a relíquia.

Esta história é um grande lembrete do poder de Deus e de sua capacidade de tirar um bem maior de algo horrível.

Compartilhar
Comentar
Boletim
Receba Aleteia todo dia