Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A Cruz de Santo André e o seu inspirador significado

A Cruz de Santo André
CC
Compartilhar

Ela surge de um humilde pedido do Apóstolo na hora de ser crucificado

A Cruz de Santo André, em forma de “x“, tem direta relação com o martírio deste santo apóstolo de Cristo e irmão de São Pedro (aliás, foi ele quem serviu de intermediário para o encontro entre Pedro e o Cristo ao testemunhar diante do irmão: “Encontramos o Messias”! E, por ter apresentado várias outras pessoas a Jesus, a tradição deu a Santo André o título de “ponte do Salvador”).

Um dos discípulos mais fervorosos de Jesus, Santo André padeceu o mesmo suplício do Mestre: a crucificação. No entanto, pediu que não o crucificassem numa cruz com o mesmo formato da de Cristo porque não se achava digno de tanta semelhança.

Crucificaram-no então, de acordo com o relato tradicional, na assim chamada, em latim, “crux decussata“, aquela em forma de “x” que passou a ser conhecida, justamente, como Cruz de Santo André.

Além de fazer parte da vasta iconografia cristã, ela foi incorporada também à heráldica, passando a ser usada em bandeiras e brasões de armas. O caso mais famoso é o da bandeira da Escócia:

A propósito, uma tradição escocesa afirma que as relíquias de Santo André teriam sido levadas para aquele país, especificamente para a cidade que hoje leva o seu nome: Saint Andrews. Graças à presença da Escócia no Reino Unido, a Cruz de Santo André passou a fazer parte da própria bandeira da União, que é o resultado da sobreposição de três cruzes:

  • a de São Jorge, da bandeira da Inglaterra (vermelha, no meio, com fundo branco);
  • a de São Patrício, que representa a ilha da Irlanda (vermelha em formato de X, com fundo branco);
  • e a de Santo André, da bandeira da Escócia (branca, em formato de X, com fundo azul).

Na espiritualidade cristã, a Cruz de Santo André costuma ser representada junto com estas palavras atribuídas ao Apóstolo:

“Salve Santa Cruz, tão desejada, tão amada! Tira-me do meio dos homens e entrega-me ao meu Mestre e Senhor, para que eu, de ti, receba O que por ti me salvou!”

 

SAIBA MAIS:

5 tipos diferentes de cruz e seus significados

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.