Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconCuriosidades
line break icon

Arqueólogos descobrem quantos anos realmente tem o Santo Sepulcro

Holy Sepulchre

J-P Mauro - publicado em 30/11/17

As datas se alinham com os registros históricos sobre os esforços de Constantino para reivindicar o local

O túmulo do Santo Sepulcro, também chamado de Edícula, foi aberto pela primeira vez em séculos, em 2016, e sofreu extensas reformas. Durante esse período, amostras de argamassa foram extraídas para análise. Os resultados dão credibilidade à crença de que este seria, de fato, o local onde Jesus foi sepultado após ser retirado da cruz.

Segundo a National Geographic:

Durante a restauração de uma ano da Edícula, os cientistas também conseguiram determinar que uma parte significativa da câmara funerária permanece dentro das paredes do santuário. As amostras de argamassa retiradas dos restos da parede sul da caverna foram datadas de 335 e 1570, que fornecem provas adicionais para obras de construção do período romano, bem como uma restauração documentada do século 16. A argamassa tirada da entrada do túmulo foi datada do século 11 e é consistente com a reconstrução da Edícula após sua destruição em 1009.

A argamassa foi testada e foi descoberto que ela é de aproximadamente do ano 345, o que chega aos nossos registros históricos dos esforços de Constantino.

Sabemos que Constantino, primeiro imperador romano cristão, começou a procurar a localização do túmulo de Jesus em 325. Os seus representantes foram direcionados a um templo romano, dedicado a Vênus, que foi construído sobre o local. Constantino encontrou um templo destruído e outras escavações revelaram um pequeno túmulo esculpido numa caverna de calcário. Constantino construiu a Igreja do Santo Sepulcro sobre ele, e seus arquitetos removeram o teto do túmulo para que pudessem construir a bela Edícula.

Outra parte deste enigma histórico vem do aspecto mais definidor do túmulo, o “leito fúnebre”. Os leitos fúnebres são longas prateleiras ou mesas onde o corpo do falecido seria colocado. O “leito fúnebre” no túmulo do Santo Sepulcro foi coberto com uma pedra de mármore, que se acredita ter sido instalada entre 1300 e 1555. Esta pedra foi levantada durante a restauração e uma segunda pedra mais velha partida foi revelada.

Esses novos testes mostraram que esta pedra mais velha provavelmente foi arrancada no século 4, sob as ordens do Imperador Constantino.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Jesus
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia