Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Melhor presente de Natal para os idosos? A companhia!

Compartilhar

Programa de voluntariado “Um Natal em Companhia” mobiliza adultos e jovens para visitarem idosos durante as festas natalinas

A solidão e o abandono intensificam os sofrimentos de muitos idosos, somando-se a problemas de saúde, diminuição da autonomia, dificuldades econômicas…

O melhor remédio para esses problemas é a presença amiga, o vínculo que nasce de um carinho cultivado entre duas pessoas. Esse vínculo deve ser livre, voluntário. É nisto que acreditam os “Amigos das Pessoas Idosas” (“Amics de la Gent Gran“), uma ONG de voluntários de Barcelona.

Albert Quiles, o diretor da ONG, comenta:

“A solidão não desejada continua sendo um dos grandes problemas da nossa sociedade. Trata-se de um problema invisível, já que as pessoas idosas sofrem isoladas dentro das suas próprias casas. A solidão tem efeitos devastadores nas pessoas que a sofrem. Achamos possível mudar esta situação. Chegou a hora de dar um passo em frente para transmitir amizade, calor humano e dignidade a muitas pessoas idosas”.

Natal em companhia

Como o Natal é uma das épocas do ano em que o sentimento de solidão dos idosos se agrava pela recordação das pessoas queridas que já partiram e dos momentos de alegria vividos em família no passado, a ONG criou o programa de voluntariado “Um Natal em Companhia”, que mobiliza adultos e jovens para visitarem idosos durante as festas natalinas.

Passar um pouco mais de tempo com eles ajuda a diminuir o sentimento de solidão. O programa também incentiva e orienta as famílias que desejam acolher um idoso em alguma refeição de Natal.

Para Albert Quiles, o problema da solidão dos idosos precisa virar notícia, porque é uma questão urgente a ser enfrentada pela sociedade.

“A nossa tarefa de sensibilização chega a vários âmbitos, como as escolas. E precisa ser objeto da consciência cidadã de cada um”.

© SHUTTERSTOCK

Siga o exemplo

Não haverá talvez algum idoso a quem você pode proporcionar um Natal genuinamente cristão neste ano? Pense com carinho! Afinal, o Menino Jesus vem também para os mais velhos!

VEJA TAMBÉM:

Gritos e choro levam polícia à casa de dois idosos – e o motivo parte o coração