Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Não deixe seu pároco sozinho no Natal

CHRISTMAS DINNER

Rawpixel.com - Shutterstock

Claudio de Castro - publicado em 19/12/17

Nós devemos muito aos nossos padres

Estamos próximos do dia do ano que eu mais aproveito: o nascimento de Jesus, que, ao longo de minha vida, se tornou um grande amigo meu.

Recentemente, completei 60 anos. Nunca imaginei que o tempo passaria tão rápido. Ontem mesmo eu tinha 18 anos. E agora…

Um conhecido me disse: “Já estamos velhos, Claudio”. Eu sorri agradecido e respondi: “Isso é genial. Significa que vivemos”.

Mas voltemos ao assunto. Muita gente me pergunta sobre o Natal. A vida sempre nos dá opções e você deve escolher entre elas. Para este Natal, você pode ficar triste, recordar com pena o passado, sentir-se sozinho (a). Ou pode festejar o amor e a esperança que vêm de Deus. Eu escolho viver a plenitude do Natal “porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado; a soberania repousa sobre seus ombros, e ele se chama: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai eterno, Príncipe da paz” (Isaías 9, 5).

Que maravilhoso é o Natal! Você sente a necessidade de se dar aos outros ou de compartilhar, ajudar nas atividades da paróquia (e, certamente há muitas nesta época e depois do Natal).

São dias de alegria interior. Por isso, não permitas que nada te perturbe ou te tire esse presente do céu: a tua paz interior.

E o seu pároco? Como será que ele vai passar o Natal? Você vai convidá-lo para ir à sua casa?

Um amigo me contou que um padre, ao sair da visita dos enfermos em um hospital na noite de Natal, jantou sozinho em uma estação, já que ninguém o tinha convidado para comemorar a data.

Não deixemos nossos padres sozinhos no Natal. Nós devemos muito a eles. Muito mesmo!

Quando vou ao confessionário, sempre recebo uma acolhida fraternal do meu padre, um sorriso amável e os melhores conselhos. Você não?

Quando tenho uma dificuldade, sei que posso contar com ele para um conselho ou, pelo menos, para desabafar. Além de tudo, ele me ensinou o valor de amar ao próximo. Acredito que seu padre também faça isso por você.

Por tanto, não o deixe sozinho no Natal. Saiba que vocês formam uma família e que você deve ser grato a ele por tantos sacrifícios.

Deus o abençoe!

Tags:
NatalPadres
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia