Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Como conviver com uma pessoa narcisista

NARCISSIST
Dean Drobot - Shutterstock
Compartilhe este artigo para ter a chance de ganhar uma peregrinação a Roma
Compartilhar
Compartilhei
Compartilhamentos

É difícil se relacionar com alguém sem empatia, com excesso de subjetividade e que quer sempre ser admirado

O transtorno de personalidade narcisista tem diferentes significados: de um amor exagerado por si mesmo à uma forma de neutralizar a baixa autoestima, que é compensada com o surgimento de um grande sentimento de autovalorização.

Clinicamente, a personalidade narcisista é caracterizada pelo fato de, apesar da aparente “enorme autoestima”, o paciente ser muito vulnerável a qualquer desprezo ou reprovação, respondendo com fortes sentimentos de ofensa ou raiva.

Segundo indicam muitos especialistas, todo mundo tem um componente narcisista. O narcisismo é inato ao ser humano e é chave para o desenvolvimento de adolescentes e adultos. Mas, quando o narcisismo começa a interferir na forma como a pessoa age em casa ou no trabalho, isso se transforma em um problema que pode até mesmo virar um transtorno de personalidade.

Em síntese, as pessoas narcisistas se consideram superiores aos outros em beleza, talento, capacidade intelectual etc. Elas só ficam bem quando são admiradas ou valorizadas pelos demais. A felicidade delas depende da manifestação de apreço e estima que os outros expressam.

Os indivíduos que sofrem de transtorno narcisista da personalidade apresentam um sentimento de grandiosidade, falta de empatia e necessidade de admiração que começam em idade muito tenra.

São pessoas que dão muita importância ao sucesso (acadêmico, profissional ou pessoal), sentem-se únicas e insubstituíveis. Por isso, são incapazes de compreender a dor ou o sofrimento do outro. Também são frias e calculistas diante dos problemas de quem está perto delas.

 

Como identificar pessoas narcisistas

Há pessoas que podem ter apenas alguns traços do narcisismo, mas não são narcisistas de fato.

Para se definir uma pessoa narcisista, é preciso evidenciar vários destes comportamentos, que devem se repetir constantemente:

  • Um narcisista carece de empatia;
  • Um narcisista não consegue entender o ponto de vista de outra pessoa;
  • Um narcisista não é capaz de sentir o que a outra pessoa sente;
  • Um narcisista tem pouco conhecimento de suas próprias ações. É muito subjetivo;
  • Um narcisista tem necessidade de se sentir constantemente admirado;
  • Um narcisista se sente no direito de receber o melhor tratamento e respeito incondicional.

Conselhos práticos para conviver com uma pessoa narcisista

  1. Já que são pessoas que veem e valorizam tudo apenas sob o próprio ponto de vista, recomenda-se manter uma saudável distância emocional, a fim de evitar condicionamentos da própria conduta diante de reações instáveis sempre que essas pessoas não se sentirem apreciadas como acreditam que mereceriam;
  2. Como o narcisista não tem empatia, o melhor é não confiar suas fraquezas a uma pessoa assim, pois elas tendem a usá-las como pontos de força próprios sem conceder aos outros o mínimo de compaixão;
  3. É difícil falar serenamente com um narcisista, pois ele tende a polemizar tudo aquilo que não o coloque no centro da atenção. Eles deveriam ver as coisas com mais objetividade, não somente com fantasias pessoais. Mas eles nem sempre aceitam isso;
  4. Um bom tratamento psicoterapêutico é recomendado. Mas, lamentavelmente, a maioria dos narcisistas tendem a não querer ajuda e negam qualquer comentário sobre sua personalidade;
  5. Conviver com um narcisista requer muita negociação. É importante lembrar que nem sempre é possível mudar as pessoas, mas podemos nos adaptar a elas. A primeira coisa que se deve fazer é ter uma discussão aberta e honesta sobre limites com o narcisista.
  6. Já que é difícil mudar um narcisista, recomenda-se também manter uma certa distância quando você começar a ter uma perda da própria autoestima. O Medical News Today refere-se ao termo “síndrome da vítima narcisista”, uma vez que muita gente que convive com narcisistas apresenta certa depressão ou desordens de ansiedade.

Um conselho para as pessoas de boa vontade: compaixão

Se há algo de que o narcisista precisa é compaixão. O narcisista tende a demonstrar uma grande confiança em si mesmo, mas, no fundo, isso é exatamente o que lhe falta, pois vive da aprovação constante dos outros. É uma pessoa pobre de emoções, pois aceita somente as que estão relacionadas com seu ego. Por isso, precisam de compaixão. Eles não conseguem entrar em contato com outras pessoas. Isso os impossibilita de reconhecer o amor e os torna pessoas que dificilmente vão mudar. Porém, existe sempre a possibilidade fazer ver a vida de outra maneira e com o próprio exemplo.

 

 

Selecione como você gostaria de compartilhar.

Compartilhar
* O crédito para artigos compartilhados será fornecido somente quando o destinatário do seu artigo compartilhado clicar no URL de referência exclusivo.
Clique aqui para mais informações sobre o Sorteio da Aleteia de uma Peregrinação a Roma

Para participar do Sorteio, você precisa aceitar os Termos a seguir


Ler os Termos e Condições