Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Redação da Aleteia / ACI Digital
Como surgem as intenções de oração do Papa?
María Álvarez de las Asturias
Como ajudar um casal que se separou?
Padre Reginaldo Manzotti
Oração para pedir luz ao Senhor
Padre Reginaldo Manzotti
5 lições de vida para ser feliz
Prosa e Poesia
Os recomeços
Vatican News / Redação da Aleteia
Papa aos juízes: não buscar interesse pessoal

O sacrifício destes pais mudou o Natal de muitos bebês

© Wolfgang Moroder
Compartilhar

Quando souberam que a filhinha não sobreviveria após o parto, os pais tomaram uma atitude que emocionou e surpreendeu a todos

O Natal de 2017 será histórico para várias famílias do Reino Unido. Isso porque, graças à generosidade de um casal, alguns bebês sobreviverão.

Hayley Martin está grávida. Ela e o marido, Scott, souberam, através de uma ultrassonografia feita na vigésima semana de gestação, que a bebê morreria durante a gravidez ou poucas horas depois de nascer. Isso foi o que os médicos disseram, já que detectaram que o feto tem agenesia renal bilateral. A doença impede o desenvolvimento dos rins e, em quase 100% dos casos, os bebês não sobrevivem após o parto.

Diante da notícia, ao invés de optar pelo aborto, o casal decidiu que a vida da filhinha deles (a quem deram o nome de Ava-Joy) não seria em vão: ela salvaria outras vidas.

Hayley e Scott estão dispostos a seguir adiante com a gravidez.  O objetivo deles é doar os órgãos da pequena, caso os prognósticos médicos se confirmarem.

E não é só isso. Ao ter conhecimento do sofrimento das pessoas que sofrem nas filas, aguardando uma doação de órgão, Hayley decidiu doar um de seus rins.

Um belo exemplo para mostrar que a solidariedade pode amenizar o sofrimento.

Aleteia Top 10
  1. Lidos