Aleteia

A imagem da Virgem que abriu os olhos em uma passagem secreta de Roma

Ma. Paola Daud
Compartilhar
Comentar

Foi como se ela tivesse despertado de um sono...

Em Roma, muito perto de um dos lugares mais visitados pelos turistas, o Campo dei Fiori e da Piazza Navona, fica uma passagem secreta, histórica, antiga e misteriosa, que guarda uma imagem da Virgem Maria. A imagem se tornou muito conhecida pelos acontecimentos de 1796.

Diz a tradição que essa passagem conduzia à entrada principal do Teatro Pompeu, no ano 55 a.C. Era um teatro imponente que, depois de vários incêndios, virou ruína. Até que a nobre família romana Orsini, durante o Renascimento, decidiu construir seu palácio no local, a fim de alojar hóspedes de honra.

No lugar onde antigamente havia o templo dedicado a Vênus, os Orsini construíram a igreja que hoje leva o nome de Santa Maria em Grottapinta. A igreja guardava uma imagem da “Madonna del latte” – a Virgem do Leite. Depois, a imagem foi trasladada para uma passagem chamada “Pasetto del Biscione” (Passagem da Serpente). O nome da passagem foi dado devido à serpente que estava representada nos escudos de armas da família Orsini.

Foi nessa passagem que, em 9 de júlio de 1796, ocorreu um fato milagroso extraordinário: A Virgem começou a abrir os olhos como se tivesse despertado de um sono profundo. Ela abria e fechava os olhos enquanto seguia, com seu olhar, todos os transeuntes, que se reuniram no local com grande assombro depois do anúncio de tal acontecimento.

O milagre se repetiu por algum tempo e muitos devotos queriam ver o curioso acontecimento. Para chegar ao local, era preciso ziguezaguear pelas estreitas ruelas romanas, que mais pareciam um labirinto. Muitos se perdiam. E é daí que nasce o ditado romano “andare a cercare Maria pe’ Roma”, ou seja: “ir procurar Maria por Roma”.

Depois que a imagem fechou definitivamente os olhos, foi trasladada em procissão até a Igreja de San Carlo ai Catenari, onde se encontra atualmente. No lugar dela, foram colocadas várias outras imagens da Virgem, já que elas eram destruídas por vândalos.

A passagem foi caindo no esquecimento. Mas no ano de 2014, um centro de estudos iniciou um trabalho de restauração do local. No lugar da “Madonna del latte”, foi colocada uma réplica da Virgem da Divina Providência.

Não deixe de admirar a imagem:

(Crédito das imagens: Ma. Paola Daud)

Compartilhar
Comentar