Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Para Ela

7 maneiras de como uma nova mãe pode lutar contra a solidão

Lonely Mother

Shutterstock

Cecilia Zinicola - publicado em 12/01/18

É normal, mas ainda precisamos de estratégias para superá-la e sair mais fortes do outro lado

Por que muitas mães se sentem tão sozinhas?

A maternidade é a coisa mais maravilhosa da vida, mas, para muitas mães, mesmo que se sintam incrivelmente abençoadas e maravilhadas, a solidão pode surgir.

Os hormônios desempenham um papel crucial: os níveis de estrogênio e progesterona caem abruptamente após o parto e podem desencadear altos e baixos. Mas também há muitos outros fatores que contribuem: acostumar-se a sua nova vida como mãe, cuidar do bebê e das crianças mais velhas, passar dias e noites focada em cuidar do recém-nascido, enquanto o corpo está assimilando tudo para voltar à normalidade… os desafios são muitos.

Não raramente, as novas mães se encontram lutando com sentimentos de solidão e ansiedade, exaustão, saudade de tempos passados, tristeza sobre as mudanças em seu corpo ou mudanças em seu casamento. Tudo é normal, mas precisamos de estratégias para superar esses sentimentos e sair mais fortes do outro lado.

Como lutar contra a solidão

  1. Seja sincera sobre como você se sente. Às vezes, é difícil para nós admitir que nos sentimos solitárias, porque deveríamos estar vivendo um momento alegre como novas mães. Identificar o problema é fundamental para que possamos agir.
  2. Cuide da comunicação com o seu marido. Pode ser que o seu marido nem perceba que você se sente solitária, e quando você contar para ele o que está acontecendo, ele terá a oportunidade de dar um passo à frente e ajudar. A comunicação, especialmente após o nascimento, é vital. Os maridos precisam de suas esposas tanto quanto nós precisamos deles. Fale sobre outras soluções possíveis com ele, e se você é mãe solteira, peça a seus amigos ou parentes para ajudá-la quando você precisar.
  3. Não se esqueça de cuidar de si mesma. Qualquer uma ficaria deprimida se permanecesse presa no pijama durante o dia todo. É fácil concentrar toda a nossa atenção nas crianças e esquecer de nós mesmas, mas precisamos lembrar que, se estivermos bem, as crianças se beneficiarão. Tome um bom banho, arrume-se da modo como a satisfaz, compre algumas roupas novas. Se você ficar bem, você se sentirá melhor.
  4. Cerque-se de outras mães que possam apoiá-la. Não há nada mais frutífero ou motivador que duas mulheres compartilhando suas experiências. É uma grande ajuda ter uma comunidade de pessoas que entendem o que você está pensando e está passando. Então precisamos conhecer outras mães!
  5. Saia de casa. Sair com ou sem o bebê (se você tiver uma babá). Dê uma volta ou tome café com uma amiga sempre que você tiver a chance. Não tem tempo para ligar para alguém? Participe de um grupo de apoio local.
  6. Skype ou FaceTime. Você pode manter um bate-papo por vídeo com seus parentes ou amigas. Você não precisa falar o tempo todo, mas apenas ver o outro durante o dia ou a noite pode fazê-la se sentir como se estivesse lá com eles, e isso pode aliviar os sentimentos de solidão.
  7. Fale com o seu médico se você perceber sinais de depressão. Você pode estar sofrendo de depressão pós-parto. Se duas ou três semanas se passaram e os sintomas pioram, ou se você ou seu marido perceberem que você está em estado de depressão, entre em contato com seu médico. Se você agir rapidamente, você pode evitar grandes angústias – a depressão pós-parto pode continuar por meses se não for tratada – e você terá uma experiência muito mais positiva da nova maternidade.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
FilhosMaternidadeMulher
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia