Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 27 Julho |
São Galactório
home iconEstilo de vida
line break icon

Uma vida de transformações

Michael Wallace CC

Revista Pazes - publicado em 18/01/18

Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses

A dimensão da existência humana vai muito além daquilo que podemos sentir ou mensurar, tampouco compreender. Não à toa Drummond nos diz que no seu coração sequer cabem as suas dores. A nossa finitude e incapacidade para entender aquilo que acontece, na maior parte das vezes, nos paralisa e nos coloca diante do traço trágico que nos forma, como se não houvesse saída, ou não houvesse tempo o suficiente para que possamos chorar nossas lágrimas.

Quando estamos dentro do furacão ou diante das tantas travessias a que temos que passar, tendemos a esquecer que a vida também é constituída por transições, ciclos, mudanças a que temos que passar a fim de que possamos crescer e tornar-se algo mais próximo daquilo que realmente somos. São as longas e silenciosas metamorfoses da vida, como falou Rubem Alves, e sem as quais continuamos a ser lagartas ou borboletas sempre com as mesmas cores.

Evidentemente, até pela nossa condição humana de finitude e, consequentemente, incapacidade de apreender tudo aquilo que nos forma (interna e externamente), sentimos enorme dificuldade em passar por esses momentos, o que em alguns casos pode ser até mais desesperador, com o desenvolvimento de problemas graves, como a ansiedade e a depressão.

No entanto, é preciso que busquemos perceber que grandes coisas surgem de momentos de conflito e que se estamos sob a ação de um tempo que não conseguimos controlar, não há como lutar contra ele, tentando se apegar a momentos que já não existem ou forçosamente querendo chegar a lugares futuros. É necessário aprender a conviver com esse tempo, sabendo que as quedas fazem parte da vida, assim como as transformações que delas decorrem.

Dito de outro modo, precisamos – como versa o poema da Cecília Meireles – aprender com a primavera a deixar-nos cortar para que possamos voltar sempre inteiros, já que, ainda que não percebamos, sempre há galhos que precisam ser podados ou retirados para que novos ramos possam crescer. É como na estória do Pequeno Príncipe, em que a rosa diz para o principezinho que precisa suportar duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas.

A bem da verdade, sabemos o quanto é difícil suportar essas “larvas”, afinal, somos tão pequenos diante da imensidão do universo. Entretanto, é nesse mesmo universo que habitamos, onde a dor e o sofrimento se fazem presentes, que também se esconde a inexplicável poesia da vida, a que encontramos se soubermos olhar. Sendo assim, em cada travessia que fazemos se esconde uma transformação, pois para cada coisa que morre, há sempre outra que nasce, já que “devemos morrer para uma vida, antes que possamos entrar em outra”.

Dessa forma, somos como rios que vão fluindo, reconstruindo-nos de modo diferente a cada tempestade que nos abate, pois somos seres transitórios e é nessa transitoriedade que nos encontramos. Por isso, lembrando mais uma vez Cecília – “A vida só é possível reinventada” – para que a cada estação possamos experimentar o vento com um novo gosto e lavar nossa alma com uma nova luz.

(via Pazes)

Tags:
FelicidadeSentido da vida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia