Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Atualidade

Em Trujillo, Papa condena insegurança e crime organizado

COLLAGE

wilth/Kent Quirk/Mazur-catholicnews.org.uk-(CC BY-NC-SA 2.0)

Agências de Notícias - publicado em 20/01/18

Em sua homilia, o papa condenou a "insegurança", a "violência organizada" e a "pistolagem" que mortifica essa região

Incansável, o papa Francisco celebrou neste sábado (20), em Trujillo, 560 quilômetros ao norte de Lima, sua primeira missa no Peru, acompanhado por milhares de pessoas em uma praia da cidade histórica de Huanchaco, paraíso dos surfistas, onde se amarram os “caballitos de totora”, embarcações tradicionais de pescadores em forma de canoa.

Em sua homilia, o papa condenou a “insegurança”, a “violência organizada” e a “pistolagem” que mortifica essa região, atingida no ano passado pelas chuvas do fenômeno climático “El Niño costeiro”, que deixaram mais de 130 mortos e cerca de 300 mil danificados.

O papa vai reconfortar os moradores do bairro Buenos Aires, um dos mais atingidos pelas chuvas que, um ano depois, espera ser reconstruído. Assim como no dia anterior na Amazônia, o presidente peruano, Pedro Pablo Kuzcynski, acompanha o papa.

Na cidade da eterna primavera, o pontífice ia se encontrar com sacerdotes e religiosos, e participar de uma celebração mariana antes de retornar a Lima, onde no domingo terminará sua sexta viagem à região, que também incluiu o Chile, com uma grande missa – espera-se a presença de um milhão de pessoas – na base aérea de Las Palmas.

Diferentemente do Chile, o país mais hostil da América Latina à Igreja Católica, onde o papa se viu envolvido na polêmica por sua defesa de um bispo acusado de acobertar um sacerdote condenado por abusos sexuais contra menores de idade, Francisco recebe uma recepção muito calorosa no Peru.

– Fervor popular –

Lima foi adornada com cartazes de boas-vindas ao papa argentino, que sentiu o carinho e a devoção dos peruanos por onde passou.

Na sexta-feira, o papa viajou para Puerto Maldonado, no coração da Amazônia peruana, para defender os povos originários, como já havia feito em Temuco (sul do Chile), e alertar o mundo das ameaças que pesam sobre a floresta, que abarca quase um terço do território peruano.

“Temos que quebrar o paradigma histórico que considera a Amazônia uma fonte inesgotável dos Estados sem levar em conta seus habitantes”, disse o papa argentino, que denunciou a mineração ilegal que está destruindo a floresta, o tráfico de pessoas que não é outra coisa além de “escravidão” e a violência contra as mulheres.

– O vírus da corrupção –

Em um país onde um ex-presidente – Ollanta Humala – está em prisão preventiva, sobre outro pesa uma ordem de extradição – Alejandro Toledo – e o chefe de Estado atual, Pedro Pablo Kuczynski, esteve a ponto de ser destituído pelo Congresso, todos por supostamente terem recebido dinheiro da empreiteira Odebrecht, o papa lançou contra o “vírus da corrupção” que “infecta tudo”.

“Quanto mal faz a nossos povos latino-americanos e às democracias deste bendito continente esse ‘vírus’ social, um fenômeno que infecta tudo, sendo os mais pobres e a Mãe terra os mais prejudicados”, disse o papa na recepção oferecida pelo presidente, no palácio do governo em Lima.

A luta contra este “flagelo” supõe uma maior “cultura da transparência entre entidades públicas, setor privado e sociedade civil”, porque a corrupção “é evitável e exige o compromisso de todos”, assegurou.

Para isso, “estimulou” as pessoas que ocupem algum cargo de responsabilidade que se “empenhem” nesta luta para que o Peru se converta em um espaço de esperança e oportunidade para todos e “não para poucos”.

Os problemas do presidente começaram em meados de dezembro, quando diretores da empreiteira Odebrecht revelaram que a empresa havia pago quase cinco milhões de dólares em assessorias a empresas ligadas ao presidente quando era ministro do então presidente Alejandro Toledo (2001-2006).

Até então Kuczynski havia negado qualquer relação com a questionada empresa, que depois de decidir cooperar com a Justiça peruana confessou que havia pago 29 milhões de dólares em propinas no país ao longo de três governos, de Alejandro Toledo, Alan García (2006-2011) e Ollanta Humala (2011-2016).

Kuczynski estava prestes a ser destituído em dezembro por mentir sobre suas ligações com a empreiteira no governo de Alejandro Toledo, sobre o qual pesa uma ordem da Justiça peruana para ser julgado no país também por corrupção no mesmo caso.

O presidente estava prestes a ser destituído em dezembro por mentir sobre suas ligações com a empreiteira no governo de Alejandro Toledo, sobre o qual pesa uma ordem da Justiça peruana para ser julgado no país também por corrupção no mesmo caso.

Mas com sua salvação chegou sua condenação. Kuczynski, de 79 anos, se salvou graças ao apoio do grupo de Kenji Fujimori. A maioria dos peruanos acredita que isso seu deu em troca do indulto a seu pai, Alberto Fujimori, que cumpria 25 anos de prisão por corrupção e crimes contra a humanidade.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
PapaPapa FranciscoViagem
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia