Aleteia

Oremos: freira colombiana sequestrada por jihadistas implora ajuda do Papa

Reprodução
Compartilhar

A irmã Gloria Cecilia Narváez Argoti, religiosa colombiana de 56 anos, caiu nas mãos de terroristas islâmicos na África

A Frente Al Nusra pelo Islã e pelos Muçulmanos, organização ligada ao grupo terrorista Al Qaeda e que congrega as principais facções jihadistas da região africana do Sahel, divulgou um vídeo no qual uma freira católica pede ajuda urgente ao Papa Francisco para ser libertada.

Trata-se da irmã Gloria Cecilia Narváez Argoti, religiosa colombiana de 56 anos que foi sequestrada em uma igreja do norte do Mali há quase um ano, em 7 de fevereiro de 2017.

O vídeo teria sido filmado em dezembro de 2017 para provar que a religiosa continuava viva. A irmã menciona o Natal e a aproximação da viagem apostólica do Papa ao Chile e ao Peru. Esta viagem acaba de ser realizada neste mês de janeiro.

O conteúdo da mensagem da freira colombiana foi divulgado pela agência islâmica Al Akhbar, mas o vídeo propriamente dito não foi exibido. Segundo a agência, a gravação dura 4 minutos e 44 segundos. Nela, “a refém colombiana implora ao Papa do Vaticano que intervenha para libertá-la”. Em francês, ela teria suplicado:

“Faça tudo o que for possível para me libertar”

No final do vídeo, os terroristas teriam afirmado:

“A força que ocupa a região dificulta as negociações para encerrar o caso de Gloria Narváez”.

E propõem:

“Negociemos através das organizações de caridade independentes, alheias à força colonialista”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia