Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quando a alegria se for e o vazio restar, Deus vem me visitar

SILENT
Compartilhar

Para você que sente solidão e tristeza, mas que não quer perder sua fé no Senhor

Caminhar com Jesus Cristo nem sempre é fácil, mas é o melhor. Todos nós temos a nossa cruz de cada dia, para carregar com alegria e humildade como o próprio Jesus o fez.

Quando decidi seguir a Jesus Cristo, perdi muitas amizades e muitos amores. Foi difícil, e como foi! Resumindo, doeu muito.

No começo, eu questionava a Deus cada perda e me perguntava por que Ele permitia tantas coisas, tanto sofrimento, tanta solidão e tanta angústia.

Com o tempo, Deus foi me mostrando a cada questionamento que Ele permitiu a minha presença na vida de todos aqueles a quem eu perdi, para ser sinal de luz na vida de cada um, para ser sinal d’Ele na vida daqueles que ainda não o tinham, ou não O conheciam.

Confesso que ainda não consegui perceber qual foi a obra que Ele realizou na vida dessas pessoas através da minha presença, a fim de me consolar. Mas se pararmos para pensar, eu nem preciso saber, afinal, tudo é para Ele.

Só tenho que confiar no propósito dEle, afinal, quando entregamos a nossa vida a Deus, é necessário que aceitemos o que vier, confiando que tudo faz parte de um plano maior, porque faz.

Ser instrumento nas mãos de Deus às vezes pode ser difícil, pode fazer com que tenhamos que lidar com aquilo que temos de mais íntimo no nosso coração, talvez, o nosso ponto mais fraco.

Ser instrumento nos faz percorrer um caminho desconhecido e nos faz muitas vezes viver um deserto, na expectativa de que em meio a ele, quando não temos mais nada e nos sentimos literalmente o que é a solidão, percebemos que a única coisa que nos resta e precisamos, é olhar para cima e recorrer a Deus, com esperança e com fé de que Ele nos escutará.

Passar pelo meu deserto me ensinou e me mostrou o quanto precisei passar por ele para que eu percebesse que sempre que a minha alegria se for e só o vazio restar, Ele sempre virá me visitar.

Lembremo-nos sempre que o Deus que permite a ferida é o mesmo que nos cura, é o mesmo que nos faz entender através disso que somente Ele pode nos oferecer a felicidade e a completude que tanto procuramos.

E você, qual é sua experiência de Deus em meio à solidão?

 

(via Alma com Flores)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.