Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconReligião
line break icon

A usura é um pecado grave, diz o Papa

POPE Audience

Antoine Mekary | ALETEIA | I.MEDIA

Vatican News - publicado em 04/02/18

“Nos primeiros 26 anos de serviço, vocês salvaram da mordida do débito usurário e do risco de usura, mais de 25 mil famílias”, disse o Papa Francisco, ao receber no final da manhã deste sábado na Sala Clementina, cerca de 300 membros da Consulta Nacional Antiusura.

“A usura – afirmou – é uma chaga infelizmente difusa e ainda muito acobertada”, por isto o trabalho de vocês “se torna sempre mais qualificado e concreto com experiência e com a constituição de novas Fundações distribuídas em todo o território nacional, por meio de centenas de Centros de escuta”:

“São locais, escolas de humanidade e de educação à legalidade, fruto de uma sensibilidade que encontra na Palavra de Deus a sua iluminadora inspiração e que atua silenciosamente e arduamente na consciência das pessoas”.

“A usura humilha e mata”, enfatizou com veemência o Pontífice:

“A usura é um mal antigo e infelizmente ainda escondido que, como uma serpente, estrangula as vítimas. É preciso preveni-la, subtraindo as pessoas à patologia do débito feito para a subsistência ou para salvar a empresa”.

E a forma de fazer isto – explicou Francisco – “é educando a um estilo de vida sóbrio, que saiba distinguir entre o que é supérfluo e aquilo que é necessário e que responsabilize a não contrair dívidas para buscar coisas às quais se poderia renunciar”.

“É importante recuperar as virtudes da pobreza e do sacrifício: da pobreza, para não se tornar escravos das coisas, e do sacrifício, porque da vida não se pode receber tudo”.

O Papa também ressalta que é necessário “formar uma mentalidade voltada à legalidade e à honestidade, nos indivíduos e nas instituições; incrementar a presença de um voluntariado motivado e disponível pelos necessitados, para que eles se sintam ouvidos, aconselhados, orientados, para se reerguerem de sua condição humilhante”.

“A dignidade humana, a ética, a solidariedade e o bem comum deveriam estar sempre no centro das políticas econômicas implementadas pelas instituições públicas”, disse o Papa, advertindo que “na base das crises econômicas e financeiras existe sempre uma concepção de vida que coloca em primeiro lugar o lucro e não a pessoa”.

Neste sentido, se espera de instituições públicas a adoção de medidas adequadas, de instrumentos que direta ou indiretamente combatam a causa de usura, como por exemplo, “o jogo de azar”, “outra chaga!”.

Francisco cita o exemplo de uma senhora idosa em Buenos Aires que ao sair do banco onde retirava sua pensão,  ia direto jogar. “É uma patologia que te prende e te mata!”, alertou.

A usura – acrescentou –  “é um pecado grave”:

“Mata a vida, pisa na dignidade das pessoas, é um veículo de corrupção e cria obstáculo ao bem comum. Enfraquece também os fundamentos sociais e econômicos de um país. De fato, com tantos pobres, tantas famílias endividadas, tantas vítimas de graves crimes e tantas pessoas corruptas, nenhum país pode programar uma séria retomada econômica, tampouco sentir-se seguro”.

Reconhecendo a importância do trabalho realizado por estas instituições de combate à usura, Francisco recorda Zaqueu, que há um ano é Patrono da Fundação Antiusura.

“Uma  boa peregrinação que vocês poderiam fazer para ver a alma de um homem apegado ao dinheiro, à usura – sugeriu – é ir até a “San Luiggi dei Francesi” [ndr – igreja próxima à Piazza Navona], ver a Conversão de Mateus de Caravaggio. Mateus faz assim com o dinheiro [faz um gesto], como se fossem seus filhos. Isto retrata bem a atitude de um homem apegado ao dinheiro”.

O Papa pede que o Senhor “inspire e apoie autoridades públicas, para que as pessoas e as famílias possam usufruir dos benefícios de lei como qualquer outra realidade econômica; inspire e apoie os responsáveis pelos sistema bancário, para que vigiem a qualidade ética das atividades das instituições de crédito”.

Enfrentando a usura e a corrupção, “também vocês podem transmitir esperança e força às vítimas, para que possam recuperar a confiança e reerguerem-se. Para as instituições, vocês são estímulo em assegurar respostas concretas a quem está desorientado, às vezes desesperado e não sabe como fazer para tocar em frente a própria família. Para os próprios usurários, vocês podem ser um chamado ao sentido de justiça e tomar consciência de que em nome do dinheiro não se pode matar os irmãos”.

O Papa encoraja os presentes a dialogarem com todos que têm responsabilidade no campo da economia e da finança, para que sejam promovidas iniciativas que concorram à prevenção da usura.

“Que as pessoas que vocês fizeram sair da usura possam testemunhar que a escuridão dentro do túnel que atravessaram é densa e angustiante, mas existem também uma luz mais forte que pode iluminar e dar conforto”.

O trabalho de vocês é “fermento precioso para toda a sociedade”.

Ao concluir, o Papa Francisco fez um apelo para um novo humanismo econômico, que “coloque fim à economia de exclusão e da iniquidade”, à economia que mata, a sistemas econômicos em que homens e mulheres não são mais pessoas, mas são reduzidos a instrumentos de uma lógica do descarte que gera profundos desequilíbrios”.

(Rádio Vaticano)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Papa
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia