Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 06 Março |
Bem-aventurada Rosa de Viterbo
home iconAtualidade
line break icon

Mais de 80 crianças foram mortas no Oriente Médio em janeiro

GŁÓD W SYRII

AFP/EAST NEWS

Agências de Notícias - publicado em 05/02/18

Pelo menos 83 crianças, a maioria sírias, morreram durante um “sangrento” janeiro nos conflitos que assolam seus países no Oriente Médio e África do Norte, informou o Unicef nesta segunda-feira.

“A intensificação da violência no Iraque, na Líbia, na Síria, no Estado da Palestina e no Iêmen” teve consequências “devastadoras” para a vida das crianças, afirma em comunicado o diretor regional do Unicef, Geert Cappelaere.

“Somente em janeiro, pelo menos 83 crianças foram mortas (…) em conflitos em curso, ataques suicidas ou de frio ao fugir de zonas de guerra”, disse ele.

“São crianças, crianças! (…) que pagaram o preço mais alto por guerras que não são responsáveis”, acrescentou Cappelaere.

Na Síria, onde a guerra acontece desde 2011, “59 crianças foram mortas nas últimas quatro semanas”, de acordo com o Unicef.

No Iêmen, 16 crianças também perderam a vida “em ataques em todo o país” da península arábica.

Em Benghazi, no leste da Líbia, “três crianças foram mortas em um ataque suicida e outras três enquanto brincavam perto de dispositivos explosivos”, indica o comunicado.

Uma mina terrestre também matou uma criança na cidade velha de Mossul, antiga fortaleza do grupo do Estado Islâmico (EI) no norte do Iraque, enquanto uma criança foi baleada em uma aldeia perto de Ramallah, na Cisjordânia ocupada por Israel.

No Líbano, “16 refugiados sírios, incluindo quatro crianças, que fugiam de seu país morreram de frio durante uma tempestade severa”, informa o Unicef.

“Não são centenas, nem milhares, mas milhões de crianças no Oriente Médio e Norte da África que perderam sua infância, mutiladas, traumatizadas, presas, impedidas de ir para a escola (…) e privadas do direito mais básico, de brincar”, enumera o comunicado.

Para Cappelaere, “podemos silenciar as crianças, mas suas vozes continuarão a ser ouvidas!”. “Sua mensagem é nossa: a proteção das crianças é primordial em todas as circunstâncias, faz parte das leis da guerra”, disse ele.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MIRACLE
Maria Paola Daud
Mateo se perdeu no mar… e apareceu nos braços do pai
2
MADONNA
Maria Paola Daud
A curiosa imagem da Virgem Maria protetora contra o coronavírus
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
Reportagem local
Santo Sudário, novo estudo: “Não é imagem de morto, mas de ...
5
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
6
Santo Sudário
Aleteia Brasil
Manchas do Santo Sudário são do sangue de alguém que sofreu morte...
7
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
Quantos anos tinha São José quando Jesus nasceu?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia