Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Por favor, ajude-nos a manter este importante serviço. APOIE AGORA
Aleteia

Hoje faz 1 ano que ela foi sequestrada por jihadistas: oremos pela irmã Gloria Cecilia

Irmã Gloria Cecilia Narvaez sequestrada
Irmã Gloria Cecilia Narvaez
Compartilhar

7 de fevereiro de 2017: durante missão na África, a religiosa colombiana cai nas garras do terror - e continua sob suas garras até hoje

“Ela sempre soube qual era a sua vocação. Sempre quis servir a Deus, ensinar e ajudar os mais pobres”.

Quem dá esse depoimento é Édgar, irmão da religiosa colombiana Gloria Cecilia e porta-voz da família Narváez desde que o seu caso se tornou internacionalmente conhecido.

Estamos falando da freira que foi sequestrada em 7 de fevereiro de 2017, numa aldeia de Karangasso, no Mali, por quatro homens armados. Ela trabalhava na África em missão das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada, congregação da qual faz parte.

SISTER GLORIA
Franciscanas de Maria Inmaculada
GLORIA CECILIA NARVÁEZ ARGOTY
Franciscanas de Maria Inmaculada

Édgar comenta:

“Quem é que iria imaginar uma coisa dessas? Nunca tinha acontecido nada conosco aqui na Colômbia, onde existe terrorismo, narcotráfico, paramilitares. Não sabíamos o que era um sequestro, nem uma extorsão. E nunca passou pela nossa mente que uma coisa dessas fosse acontecer com a minha irmã no Mali, em outro continente. Em casa nós só olhamos para o mapa e ainda não acreditamos. Ninguém sabe o motivo”.

Autoridades da Colômbia e do Mali estabeleceram contatos para descobrir quem tinha sequestrado a religiosa. As primeiras hipóteses apontaram para um grupo jihadista. Apelos pela libertação de Gloria Cecilia têm sido reforçados pela congregação e pela Conferência Episcopal Colombiana desde o início.

Em vídeo: dos sequestradores para o Papa Francisco

Em dezembro de 2017, os sequestradores teriam pedido um resgate mediante um vídeo no qual exibem a religiosa ainda em vida. A irmã Gloria, que aparece no vídeo falando em francês, pede a intercessão do Papa Francisco para que os raptores a libertem.

Unidos em oração

Enquanto isso, a fé da família Narváez se mantém firme. Usando uma expressão carinhosa típica da Colômbia para se referir à sua irmã, Édgar afirma:

“Pode acontecer um milagre com a minha ‘negra preciosa’”.

Todos nos unimos a essa esperança, elevando hoje, de modo especial, uma oração intensa pela irmã Gloria, pela sua libertação e pela conversão dos seus raptores.

Milhões de leitores em todo o mundo – incluindo milhares do Oriente Médio – contam com a Aleteia para se informar, buscar inspiração e conteúdos cristãos. Por favor, considere a possibilidade de ajudar a Edição em Árabe com um pequeno donativo.