Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Senhor, dá-me uma migalha do teu amor e isso me basta!

Por rocharibeiro/Shutterstock
Compartilhar
Comentar

Acredite: este é o texto mais lindo que você lerá hoje

SOU UM CÃOZINHO DE DEUS, ME CONTENTO COM AS MIGALHAS
Marcos 7,24-30
Nunca tinha entendido este evangelho onde Jesus diz que não é bom tirar o pão dos filhos e dar aos cachorros.
A mulher pagã não se ofende mas dá razão a Jesus e o vence com a oração de humildade dizendo:
“É verdade. Mas os cãezinhos comem as migalhas que caem da mesa.”
Uma gota de água é água
 
Uma migalha de pão é pão
 
Uma migalha de amor é amor
 
Uma migalha de Eucaristia é Eucaristia
 
Uma migalha de fé é fé
 
Uma migalha de paz é paz
 
Uma migalha de perdão é perdão
 
Uma migalha de misericórdia é misericórdia
Senhor,  hoje entendi por que se recolhem as migalhas de pão como fazia minha mãe Domenica.
Entendi a espiritualidade das migalhas.
Dá-me, Senhor, uma migalha do teu Amor e isso me basta.
Que não se perca uma gota do teu SANGUE que salva.
As tuas palavras para a mulher fenícia, pagã, foram duras mas provocativas; mas a oração dela venceu e a sua filha foi curada.
Que eu me contente com as MIGALHAS que caem da mesa, são pão bom que saciam e salvam.
Obrigado porque descobri a Espiritualidade das Migalhas.
Não peço o pão, peço as migalhas que alimentam e salvam.
Maria, mãe do pão bom Jesus, dá-me a alegria de ficar contente com as MIGALHAS DO AMOR.
Amém!
(via Frei Patrício Sciadini)